17 de out de 2018

As vezes a gente pira



Quando as coisas não saíram como planejadas temos a tendência de pirar primeiro e pensar depois. É normal de todo ser humano. As vezes uma ligação que é esperada e não acontece, já fazem parte dos piores cinco minutos da nossa vida. Ou até mais.

Se o outro não responde a expectativa que você mesmo colocou naquela pessoa, a gente chora. Acho que esse é o mal do século. São tantas formas de se comunicar com o outro que as vezes estamos tão distantes emocionalmente das pessoas. Cadê as cartas de amor que demoravam semanas pra chegar porque vinham de outro país? Ou outra cidade? Precisamos resgatar de volta essas coisas.

As vezes a gente pira, temos crises de ansiedade que nunca sabemos de onde veio e quando vai embora. Essa, e outras doenças, não eram tão comuns antigamente. O que acontece com o nosso corpo hoje que não acontecia com nossos pais e avós?

A vida é tão confusa as vezes. É trabalho, faculdade, tem a pós depois e talvez um mestrado. Mas você realmente tá fazendo aquilo que ama ou é só pelo dinheiro? Nada se leva dessa vida a não ser todas as experiências que passou. Tu foi feliz nessa vida ou vai esperar pela próxima?

As vezes a gente pira, e isso é mais normal do que se imagina. Nesses momentos de piração respire fundo, se coloque no lugar do outro e diga: calma, vai ficar tudo bem.

16 de out de 2018

Um texto sobre como preciso ler mais o que escrevo



Porque as vezes a gente precisa ler mais as coisas que nós mesmos escrevemos. Botar para fora num momento de raiva, de dor ou até mesmo de amor, mas é importante ler, sabe Deus lá quando tempo depois, para perceber que as coisas mudam. E cara, tá tudo bem mudar se você tiver disposto, não pelo outro.

Eu preciso ler mais coisas que eu escrevo, principalmente meus conselhos, sejam eles de amor ou aqueles bem good vibes que eu adoro expor pro mundo. As vezes até parece que tô sabendo lidar com esse sentimento que pulsa aqui dentro do peito. Mas quer uma dica: ninguém é tão pleno todos os dias, o tempo todo. 

Desconfie de pessoas assim.

As vezes eu, toda defensora da meditação e sempre digo que as pessoas devem acreditar no universo porque ele sabe o que ta fazendo, não sigo isso o tempo todo. As vezes dá preguiça de meditar, as vezes a gente desacredita no universo. Mas aí, no fim do dia, a gente percebe que foi mais uma vez enganada porque ele sabe de verdade o que tá fazendo.

As vezes a gente desacredita no amor, só porque não temos uma pessoa que faz nosso coração ficar mais aquecidinho nos momentos mais difíceis da vida. Mas não é bem assim nós temos pessoas, amigos e família, que mudariam o mundo só pra faze você sorrir.

Ninguém precisa do amor romântico pra ser feliz, quando chegar a hora ele vai aparecer.

Então eu preciso ler mais as coisas que escrevo, dos conselhos que eu dou, acreditar mais no universo e na vida. Nada acontece por acaso, nenhum encontro é em vão. Cabe nós decidirmos como vamos viver a nossa vida, é ta tudo bem se mudar de ideia na metade do caminho.   

Tá tudo bem.

15 de out de 2018

Segunda das Mina - Você quer parceria @?



É com muito orgulho que vou falar sobre essa marca e sobre uma parceria muito linda que eu espero que só tenha a agregar para os dois lados.

A éMemu?! é uma loja online de camisetas com as estampas, me perdoem o linguajar, mais fodas que existem nessa vida. A equipe é composta pela Cacau, que faz a criação das estampas, produz as peças e entrega para galera de SP no metrô; A Bruna, irmã da Cacau, que também faz parte desse time de entrega e produção; Juliana, cunhada, que faz toda a divulgação, cuida do site, Instagram e toda parte de PP e o Pedro, namorado da Cacau, que faz toda a logística e a produção das peças.



O ateliê fica na casa das irmãs, que é muito mais fácil né? Toda essa ideia veio da Cacau, a mãe delas é costureira e sempre trabalhou com confecção, ou seja, facilitou muito pras minas. Eles dividem o tempo de produção da marca com trampo de faculdade. A Cacau fez ADM, a Bruna faz turismo, a Juliana faz letras e o Pedro medicina veterinária. Um trampo né? Mas quem acredita num sonho tudo vale a pena. 

Além disso, as peças só começam a ser produzidas a partir de quando a compra é realizada, isso diminui muito a produção de lixo e evita o desperdício de matéria prima. Ou seja, é muito amor pruma marca só. Ah, e  todos os produtos são feitos de forma artesanal, o que torna o trabalho deles ainda mais lindo e gratificante.


"Temos idades diferentes o que agrega muito, não só na variedade e estilo de estampa, mas também em não deixar a marca cair na mesmice. A éMemu tem só 7 meses de vida e tá crescendo mais rápido do que a imaginávamos. Hoje só pensamos em continuar garantindo qualidade, preço bom e o carinho que só os produtos handmade carregam", Cacau.

Tá bom Tay, e a parceria? 

Entrando no site deles vocês ganham de 10% de desconto usando o meu cupom, no final da compra, que é TAYLAEMEMU

Aproveitem e se joguem! Sigam eles no Instagram e pirem nas estampas mais fodas da vida. São várias formas de pagamento então SE JOGA NO DESCONTO!

PS: Meu aniversário é mês que vêm, aceito de presente.

10 de out de 2018

Me deixa escrever sobre você?



Um dia eu quero escrever sobre o nosso amor, que não é prefeito, já adianto, mas a gente faz tudo dar certo no fim do dia. Algum dia eu vou escrever sobre todas as coisas que já passamos juntos, todos os nossos encontros e desencontros nessa vida. 

Afinal, quem diria que fossem tantos desencontros assim né?

Algum dia, não importa quando ou como, eu vou escrever exatamente como nos conhecemos e que nunca iriamos imaginar que, anos depois, estaríamos juntos. Porque a vida é realmente muito louca, né? E que bom porque, como te disse várias vezes, gente normal cansa.

Gente normal quer ter um par de filhos e um dog para passear num parque domingo a tarde. A gente não. Nós queremos conhecer o mundo, mesmo sem sair de casa. Mesmo que esse mundo seja todo projetado nas nossas mentes. Pois é, um dia eu ainda vou escrever sobre isso. Sobre todas essas brisas que temos quando estamos juntos.

Um dia eu vou escrever sobre todas as coisas que dissemos um para o outro. De todos os nossos toques, no cheiro que ficou grudado na minha roupa desde a primeira vez que fizemos amor e de todos os abraços que vou de dar. Claro, ainda preciso fazer com que você não sinta vergonha de me abraçar, com carinho a gente chega.

Um dia vou escrever como você fica lindo quando ta nervoso com alguma coisa que nem tem importância, e eu dou risada sempre que você faz isso. Algum dia eu vou escrever como todos os nossos sonhos vão se realizar, por mais malucassos que eles sejam. Quer comer um hotdog que só vende em Londrina? Eu vou contigo buscar. Porque a vida sem um pouco de aventuras, e loucuras, não é nada.

Um dia vou escrever sobre como eu era apaixonada por você antes que você se desse conta disso. Um dia... quem sabe. Será que falta muito pra esse dia chegar?