Marília de Azevedo

Era uma vez de todas nós

11:15


Era uma vez uma princesa. 


Era jovem e sonhadora. Vivia em seu castelo encantado, onde podia ser livre e feliz, ainda que solitária. Ouvia histórias sobre o verdadeiro amor. De vez em quando, o sapo se transformava em príncipe, outras vezes o príncipe vinha em um cavalo branco, mas o essencial é que tudo se transformava com um beijo. Sabia que um dia cresceria e seria rainha, dona de si. Mas sentia-se só em seu castelo, sonhava encontrar seu verdadeiro amor, seu príncipe encantado, quem sabe até, se não fosse sonhar demais, seu feliz para sempre. Ela foi crescendo. Um belo dia, resolveu que era hora. Colocou seu melhor vestido, calçou seu sapato mais bonito, se maquiou, arrumou os cabelos e saiu para o mundo. Que decepção ela teve! O mundo em si não é tão cruel. As pessoas são. Elas são estranhas, confusas, não sabem o que querem. Descobriu que sapos não viram príncipes e que o cavalo branco é só fachada. Em desespero, ela desceu do salto e correu, tropeçou em seu lindo vestido e se perdeu. Quando se deu conta, estava descalça, descabelada e exausta. Não desistiu, continuou vagando, e de repente nem ela mais sabia o que queria.


Encontrou por fim seu castelo, mas não pôde voltar para lá. Esquecera das chaves. Continuava só. Mas agora estava no mundo. Se quisesse sobreviver, tinha que se adaptar a ele. Não foi nada fácil. Mas depois tanto tropeçar em si mesma, ela percebeu que havia algo de errado. Cortou então seu vestido, ele não lhe servia mais para nada tão longo. Ele já estava todo rasgado e sujo mesmo. Talvez até um pouco fora de moda. Só então se deu conta de que estava descalça. Precisava dar um jeito nisso também. E o jeito era subir no salto agulha, refazer o make e seguir em frente. E mesmo tendo nascido princesa, era só mais uma na multidão. E sua história não era única, era bem comum na verdade. E seu príncipe... Seu príncipe talvez esteja por aí, se divertindo com a princesa errada. Talvez eles se encontrem e construam juntos um lindo castelo. Talvez não. Vai saber. Ela não espera mais por seu final feliz. Se é pra ser feliz, que seja agora. E para sempre...


You Might Also Like

0 comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.