Tayla Sanchez

21

21:02

Vai chegar aquele momento em que você acorda e já é maior de idade, onde você vai ter que deixar todas suas atitudes irresponsáveis para trás, jogar toda a responsabilidade que restou numa mala e sair pelo mundo conquistando seus sonhos e escrevendo novos. Esses dias eu acordei, e já tinha vinte e um. Acordei e já era bem crescidinha pra saber o que queria, o que precisava, o que eu buscava. Foi quando comecei a me questionar se, apesar de ser maior de idade, já tinha realizado todos os meus sonhos. É claro que não, alguns talvez.



Fiz muita coisa que devesse me arrepender mas não aconteceu ainda, talvez hoje não faria de novo. Já acordei sem saber onde estava, fui em festas que duravam três dias, fiz viagens completamente insanas, experimentei tudo que quis, fui carregada para casa e nunca me importei com o que pensariam de mim. Fiz várias tatuagens, coloquei piercings e simplesmente curti o momento. Já cantei até me pedirem para calar a boca como já ouvi pedido de novas canções. Já escrevi por obrigação para ajudar alguém. Pintei o cabelo de rosa, de verde, amarelo e vermelho. Já fiz uma faculdade, e já me perdi por lá também assim como já virei noites estudando, lendo ou escrevendo ali bem quietinha. Já dormi na praia, já passei de nerd à gostosa e vice versa várias vezes. Já cai de skate, já me machuquei feio, já joguei futebol com os meninos, já fiz eles me aceitarem. Tive vários amores de verão e outro que não duraram nem isso. Me tornei amiga do ex e também da ex dele, ou algumas delas. Andei pela praia, na chuva, ouvindo nossa música. Magoei pessoas que não deveria e fui magoada por outras que nunca imaginaria. Pedi para algumas pessoas ficarem , mas não foi o suficiente. Mandei pessoas embora que realmente foram, mandei outras que insistiram em ficar e eu agradeço a Deus todos os dias por isso. Pessoas que aguentaram toda minha mudança de humor, atitudes, pensamentos. Pessoas que suportam ouvir toda minha história e nem sempre me julgam, nem sempre, afinal somos todos humanos.


Alguns sonhos já se realizaram e outros ainda estão por vir. Se falta muita coisa? Sim, falta. Falta a faculdade de engenharia, falta pular de paraquedas, falta o intercâmbio, falta o livro, falta andar pela areia segurando sua mão, falta acordar com você ao meu lado, falta o amor verdadeiro, falta você.

Mas hoje, com vinte e um, aprendi coisas que nunca imaginaria aos dezoito. Troquei o tênis por sapatilhas, aprendi a respeitar todos os gostos e diferenças, troquei a maquiagem pesada por algo mais simples, troquei o cabelo curto, troquei de escola, troquei de amores, substitui alguns sonhos, substitui o medo de amar pelo amor, substitui a distância por uma flor,   perdi o medo de viajar e este for pra ter encontrar e, mesmo depois de tudo isso descobri que existem coisas que nunca mudaram. São essas pequenas coisas que me trazem saudades, de você. São essas coisas, músicas, momentos que me lembram o quanto as pessoas podem ser incríveis. São essas pequenas coisas que me incentivam te pedir para ficar, todas as noites.


You Might Also Like

0 comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.