Tayla Sanchez

Verdade inconveniente

19:45



Vejo muita gente por ai querendo ser tudo mas conseguindo ser nada. Só aquela carcaça vazia cujo o conteúdo saiu correndo assim que algum reality show começou. Pessoas que não passam de borrões, apressados, atrasados e cheio de compromissos que nunca vão poder cumprir até o final do dia. Gente querendo fazer demais, sem ao menos saber por onde começar.

Talvez possamos colocar a culpa no século 21 ou no consumismo, ai quem sabe assim possa ficar mais fácil de superar essa correria maluca. Gente que se mata de estudar pra conseguir um emprego melhor e subir de cargo, de vida. E tudo isso pra que? Para que possamos chegar em casa depois de um dia cheio, ligar a tevê e passar a noite inteira sozinhos. Gente que guardou aqueles sonhos que tinha quando criança na gaveta de meias e passou a se importar com aqueles outros que a própria sociedade exigiu. Crescer, ser alguém, ter coisas, ser melhor. Esqueceram só da parte do ter alguém.

Já vi por ai muita gente dizendo que está com o coração completamente fechado, que trocou por um fígado novo e que só de pensar em amar de novo já sobe aquele arrepio pela espinha e um tremendo palavrão acompanhado de um nunca mais. Cara, ultimamente andam evitando a única coisa pura que sobrou nesse mundo podre. O amor.

De que adianta estudar, trabalhar, conquistar sem ter alguém do seu lado durante a noite pra poder festejar? De que adianta chegar sozinho em casa, preparar um único martini e adormecer fazendo planos para ocupar a cabeça no dia seguinte? Pessoas que dizem viver bem no seu mundinho fechado, longe de todo tipo de fantasia, longe de toda graça da vida e sozinho. Mas eu tenho uma novidade pra você: ninguém quer morrer sozinho. Se você já se machucou uma vez, ótimo. Melhor ainda se você jogou toda a poeira que restou daquele relacionamento que não saiu do papel e se jogou num mar de inconsequências a procura de alguém para ser feliz. Mas aquela coisa, dar e receber porque se não de nada vale.

Todo mundo deseja alguém para viajar num domingo até a praia, para receber um telefonema de madrugada, pra dividir um café. Todo mundo quer alguém pra poder abraçar, beijar, amar e ser feliz. Alguém pra andar de bicicleta nas tardes de sábado no Ibirapuera. Alguém para tirar fotos o tempo todo, alguém para sorrir junto. Alguém pra dar um beijo de bom dia, enviar uma mensagem no celular de boa noite. Alguém para pensar o tempo todo. Todo mundo quer alguém que possa nos ajudar a aproveitar essa vida maluca. Todo mundo quer alguém, não importa quem. Alguém de verdade, que fique depois do primeiro ou segundo desafio. Alguém quem você vá se apaixonar todos os dias sem medo de parecer idiota.


You Might Also Like

0 comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.