friends

Friendzone

19:49



Quando estamos afim de alguém parece que é ser a mesma coisa. Se estamos longe enchemos a caixa de entrada dele com indiretas de quando podemos nos encontrar. Se estamos perto agimos como perfeitas atrapalhadas que não vão conseguir demonstrar o que sente, ou o que tá afim de sentir.

Na balada, na rodinha com os amigos ou até mesmo convivendo na mesma turma de inglês. Eu mesma já vivi inúmeros casos semelhantes que não gosto nem de lembrar. Pior de tudo são aqueles que vem depois. Um cara que sua amiga ficou na sexta feira anterior te adiciona no Facebook e uma semana depois confessa que queria ter passado aquelas horas com você e não com ela. E eu lhe pergunto: porque casos você não disse isso? E o que sempre escuto de volta: porque você não parecia afim.

Aqueles casos de que, num encontro de amigos o cara aparece. O coração vai parar lá na goela e você pensa: o que eu digo? o que eu faço? será que meu cabeço tá bom? será? será? E no final de tudo, você acaba sendo só aquela garota atrapalhada, fofinha e que com certeza daria uma ótima amizade, longa e duradoura.

Tem aquelas vezes também que nós vamos nos aproximando, mas aí quando você se dá por si já tá próxima demais. Já conhece a mãe, já sabe qual a comida preferida dele e os horários das aulas. Já ajudou a fazer uma prova e até mesmo curou seu coração partido pela ex. Sim, mulheres fazem isso também. A gente acha que se aproximando assim vamos conseguir descobrir mais, para se aproximar mais e por uma imensa mágica chamada destino esse quase sentimento vai começar a ser recíproco. Ai viramos a irmãzinha mais nova.

A gente perde o interesse, vira a amiga para todas as horas e é isso ai. Vamos passar para  o próximo cara interessante e torná-lo nosso amigo também. As vezes acho que precisamos usar um letreiro luminoso na cabeça indicando sinal verde. Alguma coisa que fique piscando oi, estou afim de você! toda vez que o encontro acontece com esses caras legais. O pior que é essa desgraça tende a ascender sempre com os babacas, sim eu disse sempre.

Eu começaria esse último parágrafo com: Mas, no fim das contas. Só que eu não faço a menor ideia do que o fim das contas representa nesse caso. Aliás sei sim. Alguém vai perceber que você tá afim, com ou sem ironia do destino, as coisas vão dar certo ou não. Vocês vão virar amigos, ou não.



You Might Also Like

0 comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.