Chorão

Vamos viver nossos sonhos, temos tão pouco tempo

18:28




Antes de começar esse texto quer pedir desculpas pela sinceridade e pela quantidade de palavrões que vocês vão ler por aqui.

Não consigo escrever esse texto sem sentir os olhos lacrimejando. Hoje acordei com uma mensagem da Marília, falando sobre coisas do blog. Tirei onda com a cara dela sem antes saber o que estava acontecendo. Entrei no Twitter e percebi a galera postando frases de luto, de apoio e tudo mais. Meu primeiro pensamento foi: porra, claro que não! Quisera eu que fosse só mais um artista famoso que fora morto pela rede social.

O dia amanheceu claro, Sol a pino (pelo menos aqui em São Paulo). Era aquele dia que tinha tudo pra passar bonito, mas não foi bem assim. Abri a janela do quarto e vi que aquele dia perfeito não estava tão perfeito assim, era como se a vida tivesse ficado mais cinza, perdido um pouco a cor. Claro que as pessoas continuaram e vão continuar a viver suas vidas de forma normal, eu seria hipócrita em pensar que faria diferente. Mas caralho Chorão.

Semana passada ouvi uma participação dele lá na rádio rock com seu filho e eu só sorri. Era o mesmo Chorão de sempre, mesmas brincadeiras, mesmo jeito de falar, mesmo menino criança. Os caras da rádio ficaram perplexos quando voltaram ao ar e "mandaram ele embora" porque ele tava andando de skate dentro do estúdio e destruindo tudo. Ele foi embora com a promessa de que ia voltar na semana seguinte. PORRA CHORÃO!

Já "presenciei" muita perda musical, algumas eu nem era nascida ainda mais me fazem falta, sabe? Nunca pensei que pudesse chegar o dia de escrever esse desabafo, nunca pensei que a música brasileira fosse perder um de seus poucos poetas. Cada música nova que eu houvia só conseguia pensar: porra Chorão, salvando a nova música brasileira. Convenhamos, a nossa música está uma bosta, hipócrita você que pensa que não. Hoje são poucos artistas que merecem realmente o mérito e ter composto alguma coisa que valha a pena ouvir, Michel Teló e Camaro Amarelo que me perdoem, vocês não sabem o que é fazer música.

O cara era foda, isso é fato. Quem conheceu a história dele, sabe bem do que eu to falando.  Quando eu morava em Santos, passava na frente do apartamento dele e pensava: Caralho, esse é o cara. Ele foi um dos que me inspiraram a começar a escrever e tentar expor mais os sentimentos. Em cada música eu me encontrava entre os versos e só conseguia pensar: Porra Chorão, sai da minha mente! Além de me inspirar a escrever, o cara me inspirou também a andar de skate. Ok, nunca fui uma mestre no assunto mas eu tentei. Tentei, cai, me quebrei e desisti. Mas tentei. O cara era como um pai pra mim, não estou exagerando. Era aquela pessoa que você se inspira de verdade, sabe? Meu pai que me perdoe, mas perdi um segundo pai hoje.

Hoje sinto como se uma parte poética tivesse sido arrancada de mim. Quem me conhece bem sabe como eu admirava pra caralho o trabalho desse cara. Quero agradecer, pra caralho, a inspiração que tu tinha sobre mim cara. Sem essa porra de que tu vai ficar num lugar melhor mas espero que tenha uma rampa muito louca ai em cima pra você. E sempre que eu for pensar em desistir vou lembrar que você nunca desistiu e seguirei em frente. Vou seguir por você velho.



Como ele mesmo disse ""Quando eu for embora e um amigo te disser que o Chorão morreu, você diz: Chorão não morreu, só deu uma pausa na terra pra levar um pouco mais de  alegria pro céu"

Termino aqui, chorando igual criança pois além de perdermos um puta talento musical nós perdemos também um cara do caralho. A única coisa que eu tenho pra te dizer cara: PORRA CHORÃO.





You Might Also Like

0 comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.