4 de jun de 2013

B-day



Hoje quando acordei, minha mãe estava entrando no meu quarto com uma música sobre aniversários tocando em seu smartphone. Me lembrei que, não faz muitos anos, ela fazia a mesma coisa, só que com um toca-fitas amarelo. Minha cachorra pulou em cima de mim, já não com a mesma energia dos aniversários passados, com sua cara toda branca pela idade. Levantei na preguiça de sempre desses invernos que ironicamente, nem são mais tão frios. Tomei meu banho e quando entrei no carro para ir para o trabalho, estava tocando "Breakaway" da Kelly Clarkson, e eu então aumentei o volume para acompanhar a melodia como se ainda tivesse meus tão idealizados quinze anos. No fundo, no fundo, acho que ainda tenho.


A ingenuidade dos meus 15 anos e a maturidade dos meus 20 e poucos. E o que mais eu poderia querer? A grandeza dos sonhos da criança, a eloquência de uma eterna adolescente e a brilhante serenidade que a idade me trouxe. Esse é meu desejo, é meu feliz aniversário. Isso, e o sorriso de quem assim me faz.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários