amor

Quebrando tabus - Preconceito

13:03




Pega um café bem forte e senta aí porque hoje vou falar de um assunto muito sério, além de extremamente polêmico, o preconceito. Nossa cara, que assunto passado, clichê. Também acho, mas espera só, me leia até o final, deixa eu te contar um pouquinho o que a sociedade não ensina, não te conta, não te mostra. Eles apenas dizem: não tenham preconceito. E você o faz, certo? Errado. O primeiro fato que deve ser aceito é que todos somos preconceituosos sim, em alguma parte da vida. Já dizia Albert Einstein "Triste época! É mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito". Cabe a você mudar isso ou continuar agindo feito um babaca do século passado. Não quero entrar em assuntos específicos, me perdoe se acaso o fizer. Gostaria apenas de citar alguns exemplos que já tive o desprazer de presenciar nesses poucos anos de vida. 

 Gays sofrendo preconceito de pessoas dizendo que isso não é normal e inaceitável diante da lei da vida. Nascemos diferentes para procriarmos e dar mais vida à população do planeta. Mas o fato é que, quantos casais que se dizem heterossexuais não abandonam seus filhos? Temos ai exemplos de crianças em lixeiras e orfanatos sempre cheios. Você acha que aquele seus vizinhos gays, que estão juntos porque se amam, e não apenas para mostrar à sociedade uma mentira comprada, não desejam ser pais? Ou mães? É aqui que entramos em mais um preconceito: a criança não seria criada de forma "normal" e seria gay também. Mas espera, os pais daqueles caras não eram gays, eram? Se a educação fosse motivo de espelho, nesse caso, eles seriam como seus pais e casariam com pessoas do sexo oposto.  Gay é genética. Se você pensa assim por favor se retire e vá assistir TV. 

Tatuados, marginais. Em pleno século XXI somos obrigados a aceitar esse tipo de analogia. Eu sou tatuada, eu já sofri preconceito, mesmo que pouco por tê-las em lugares mais escondidos. Mas cara espera ai, cresci assistindo Disney e desenhos de contos de fada que me disseram que precisamos ser do jeito que somos, ser diferente é legal. Ser do jeito que você é e não agradar os padrões da sociedade. Cresci acreditando nisso e agora que faço parte desse mundo pensante me dizem para agir igual a todo mundo? Andar sempre com rédeas curtas e seguir os padrões que a sociedade impõe? Quem é a sociedade? Quem é essa maioria que dita as regras e me diz o que fazer? A mídia? Talvez. Mas quem disse que eu, ser humano e diferenciado de outros animais por ser racional, preciso seguir em linha reta sempre? Espera, me deixa fazer uma curva a mais, me deixa ir pelo caminho mais longo, mais complicado, mais escuro. Deixa eu me encontrar mesmo que para isso todos ao meu redor me julguem pelas minhas atitudes. Não quero entrar em religião, sei que Deus vai continuar me amando independente daquilo que eu seja.

Aquele cara que você chamava de neguinho no colégio pode se tornar, além de presidente, um dos caras mais importantes e inteligentes do mundo. Aquela menina estranha que você chamava de gorda pode crescer e se desenvolver melhor, ficar bonita  por simplesmente se aceitar e ter uma voz incrível. Aquele cara que trombou com você no trem hoje de manhã, cheio de tatuagens, pode ser o médico que vai salvar sua vida. Aquela lésbica, que você viu no mesmo trem se despedir da sua namorada, pode ser a advogada que vai salvar a sua pele quando você for pego dirigindo embriagado na madrugada do próximo sábado.

O que essa sociedade "pensante" deve aceitar é que o diferente assusta. Assusta porque estes estão pouco se importando com a sua opinião. Agem e o fazem do jeito que bem quiserem. Andam na contra mão do mundo e guardaram no bolso da jaqueta, dentro do armário antigo, todo esse medo que muitas pessoas ainda tem de agir diferente de todos que o cercam. Mas isso não significa que o preconceito não doa, não machuque, não destrua. Já vi pessoas desistirem de ser aquilo que desejam para se tornar parte dessa massa de gente que caminha na mesma direção e com passos iguais. Fortes mesmo são aqueles que agem de acordo com o seu próprio pensamento e não deixa a mídia ou as pessoas a sua volta manipularem seus ideais.

E se esses, que são diferentes ao seus olhos "normais", evoluíram na questão da sua própria mentalidade. Você continua aí, guardando esse preconceito bobo dentro das calças que vestiu para trabalhar hoje mais cedo. Coloca esse cara pra lavar, livre-se dele. Seja você mesmo e aceite os outros como eles são. Como diria meu querido Caetano, cada um sabe a dor e a delicia de ser o que é.


You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.