26 de set de 2013

Que você se lembre


  E que um dia você sinta meu cheiro no ar, que sinta o meu gosto na tua boca, que nesse momento passe por algum lugar ou que algum carro esteja tocando uma de nossas músicas. Que você se lembre, e então não consiga tirar da cabeça até a hora que deitar no travesseiro e pensar em como tudo foi e se foi.

 E que então você durma sorrindo por ver como um dia fomos felizes e que nada foi em vão, que você pense em me ligar mas apenas me mande uma mensagem com algo simples do tipo “pensei em você”. E que meu número ainda seja o mesmo, que eu não esteja feliz o suficiente pra ignorar e te responda. E que aquele seja o momento certo e que possamos recomeçar como se fosse tudo novo mas que de alguma forma resgate todo o sentimento que se foi.

   Ou talvez você só se lembre e pense em mim, e meu número não seja o mesmo, e meu endereço não seja o mesmo, e talvez eu esteja feliz demais. Mas que você lembre, que você pense, que você sorria, que você chore um pouco, mas que você saiba que foi bom mesmo indo, mesmo não sendo mais, mesmo talvez não tendo chances de ser novamente. Que você sinta que foi e que tenha sido um dos melhores tempos que viveu. Que conte escondido pro seu filho sobre sua primeira namorada, e das loucuras que fez com ela, que diga que foi bom mas pra ele nunca falar pra mãe dele.
Que você me tenha dentro de você como uma lembrança sincera e boa.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários