amor

Uma estrada, uma mala, milhares de pensamentos e - quase - certezas

14:29

♥.simba.♥


 
Você me pediu pra sair e ser feliz. Não era a primeira vez que isso acontecia, mas talvez fosse a última. Você me pediu para sair e viver, pela primeira vez eu fui. Mas fui de verdade. Não fiquei com o dedo mindinho do pé em toda aquela falsa esperança que nós sempre cultivamos entre nós. Dessa vez eu fui, pulei de cabeça e deixei de lado o medo que tinha de ser feliz. Fui e não olhei para trás uma única vez, mas não por opção e sim como uma obrigação, porque você não me deixou escolhas.
 
Você disse que precisávamos viver e que talvez que nossos destinos se encontrassem em outra época, com outras percepções e menos desafios. E eu fui. Mas fui com uma pitada de certeza de que talvez eu não quisesse te encontrar lá na frente, tipo me deixa dar certo aqui sozinha? Tira de vez esse formigamento que cresce dentro de mim toda vez que falam seu nome.
 
Mas eu finalmente fui. Pulei sem medo da água fria da realidade me afastasse para fora da estrada. Fui e deixei tudo que me lembrava você em terra firme. Se é pra ser feliz, que seja sozinha. Se tiver alguém para me acompanhar, ótimo. Do contrário não me atrase porque a vida não vai me esperar para começar a viver. E vê se me entende, pelo menos dessa vez. Fui ser feliz porque você mandou, porque você disse que assim seria melhor, porque você confiou que esse maldito destino daria um jeito de nos juntar de novo e que dessa vez seria bem mais fácil.
 
Embora eu tenha completa certeza que já era feliz. Com nossas duvidas, nossos medos, nossas inseguranças. Com nossos desafios, saudades e distâncias. Era feliz porque acreditava realmente que as coisas poderiam seguir em frente, mesmo que o mundo conspirasse contra. Era feliz porque acreditava no sentimento, acreditava na tatuagem que tu fizestes do lado esquerdo do meu peito.
 
Abri uma mala antiga, enchi de roupas amassadas, alguns livros amarelados e uma garrafa da melhor vodka que encontrei. Peguei a estrada na esperança de encontrar paz e me perder de você. Conheci gente nova, fui te deixando de lado. Dessa vez espero que não tenha saudade e acordes de Caetano no mundo que me faça voltar. Mas quem é que sabe? Você só me mandou ser feliz e eu fui. 

You Might Also Like

2 comentários

  1. Barbara Noivinha19 de maio de 2015 19:23

    Olha você é perfeita! Uma escritora maravilhosa. ..tenho certeza que vou ouvir falar muito de você! Desejo todo sucesso a você! Porque você merece! Te amo Taylinha.

    ResponderExcluir

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.