dia das bruxas

This is Halloween!

12:01

Tumblr Girls Fotos | via Facebook











Happy Halloween!

Gostaria de começar esse post pedindo desculpas pela falta de conteúdo diário aqui no blog nessas última semanas. Tem momentos que fica difícil organizar a vida sem deixar algum pequeno detalhe de lado. Entretanto, estamos de volta para fechar o ano do jeito que começamos: idealizando.

Hoje é o dia conhecido internacionalmente como Dia das Bruxas, ou Halloween. Essa história na verdade já vem sendo contada a mais de dois séculos. O povo celta acreditava que no dia 31, véspera do dia de todos os santos, os espíritos saíam dos cemitérios para tomar posse dos seres vivos. Para assustar esses fantasmas as pessoas colocavam objetos que julgavam assustadores na frente de suas casas, como abóboras iluminadas, caveiras e ossos. Caminhando um pouco mais na história, essa galera passou a acreditar que o uso de fantasias assustadoras também espantavam os fantasmas, fazendo com que as pessoas não fossem possuídas por eles. Foi uma festa condenada na época medieval, quem comemorasse acabava sendo perseguido e queimado na fogueira pela inquisição. Tenso, né?

Aproveitando esse dia chuvoso e deprimente aqui em São Paulo, aproveitei para contar um pouco das história dos lugares assombrados que temos por aqui. Sei que, Dia das Bruxas ou não, todo mundo se amarra numa história dessas.

1) Edifício Joelma - Praça da Bandeira


Fica lá na av 09 de julho, no centro de São Paulo. Foi inaugurado na década de 70 e, apenas três anos depois, ocorreu um incêndio no local onde aproximadamente 180 pessoas morreram. Porém, antes desse incidente, já haviam outras histórias de fantasmas que assombravam o local. Também ficou conhecido pelo Crime do Poço, na década de 40, onde foram encontrados alguns corpos de mulheres desaparecidas dentro do poço. Detalhe: existe um filme (A maldição do edifício Joelma) onde Chico Xavier conta mais sobre tudo o que aconteceu. Sinistro!




2) Teatro Municipal de São Paulo


Localizado na Praça Ramos de Azevedo. Quem nunca ouviu dizer que o teatro da sua cidade fosse assombrado que atire o primeiro frasco de água benta. Imagine um teatro que foi inaugurado em 1911? Dizem, praticamente todos os funcionários que já passaram por lá, que é possível ouvir cantores de ópera e ver pessoas utilizando roupas daquela época. Aqui passa aquele eterno sentimento de artista, o de nunca abandonar os palcos.



3) Cemitério da Consolação



Você pode pensar que é meio óbvio um cemitério ser assombrado, né? Mas esse é um tanto quanto diferente, por assim dizer. Foi o primeiro cemitério de São Paulo e teve sua capela construída graças a uma doação da Marquesa de Santos, amante de Dom Pedro I. Há histórias de aparições de Tarsila do Amaral, uma das principais pintoras do modesrnismo brasileiro, a própria Marquesa de Santos e Monteiro Lobato, escritor do século XX. Quando a filha do  empresário Emerlino Matarazzo foi enterrada o coveiro morreu, dizem também que é possível vê-lo cuidando do túmulo da menina até hoje.



4) Castelinho da rua Apa

Localizado próximo a Consolação, no centro de São Paulo, foi construído em 1912. Na década de 30 uma família inteira foi assassinada e até hoje ninguém sabe como ou o porque. Acredita-se na ideia de que um irmão atirou no outro e acabou acertando a mãe também e por fim, morreu. Quem passa por ali diz ser possível ouvir a mãe e os filhos implorando pela vida.



5) Viaduto do Chá

Localizado no Vale do Anhangabaú esse foi o primeiro viaduto construído na cidade de São Paulo em 1892 cujo proprietário era o Barão de Tatuí. A expressão Vale do Anhangabaú significa "águas do mal espírito". Muitos índios foram mortos próximo a esse local com a chegada dos bandeirantes. Dizem que muitos desses espíritos rondam por lá e, desde a década de 30 alguns suicídios são registrados, muitos afirmam que as pessoas são levadas a isso pela influência de um mau espírito.



Além desses lugares, que entre todos achei que tinha a história mais legal, há também aqueles que defendem outros lugares assombrados, como a Galeria do Rock e o Museu do Ipiranga.

Você sendo cético quanto a isso, ou crendo com unhas, dentes e crucifixo pendurado no pescoço, só quero dizer que é dia das bruxas. Hoje é dia de ser outra pessoa, libertar o médico ou o mostro que existe em você. Coloque uma fantasia esse final de semana, vá àquela festa na sua cidade, divirta-se. Não existe bruxaria pior do que o mau humor e a falta de diversão.



You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.