5 de dez de 2013

Tattoo sem Tabu - Lionel Fahy





Somos tatuadas e decididas. Sempre defendemos toda aquela história de pensar bem sobre o desenho, significado, local do corpo e é claro o estúdio de confiança. Porque se, por um segundo, tenha passado insegurança pela sua cabeça dê mais um tempo e pense melhor. E se esse momento aconteceu quando você já estava lá na mesa do tatuador, não tenha medo de ir embora. Quando achar que já pensou o suficiente, pense de novo. Porque é ruim mesmo ter que cobrir algo porque no momento fazia o maior sentido, bem diferente do que alguns anos depois. 

Existem inúmeros estilos de tatuagem e, é claro, de tatuador. Já disse em alguns posts que é comum ver que cada tatuador tem a sua especialidade de desenho. Assim como o francês Lionel Fahy que resolveu juntar a arte da tatuagem com o abstrato que já conhecemos. São desenhos um tanto quando peculiares  e se você está disposto a apostar em uma arte diferente esse estilo é uma ótima dica. 

Todos desenhos em si tem aquela meiguice por trás, eu particularmente acredito que esse tipo de arte seja melhor aplicado em tatuagens pequenas ou solitárias. Não dá para fazer várias num único lugar com o intuito de cobrir uma parte do corpo com esse tipo de desenho. Mas são um tanto quanto femininas e completamente desejáveis. 










Lionel Fahy se tornou um tatuador conhecido na europa. Se você, assim como eu, se sentiu inspirado a se rabiscar mais um pouquinho sugiro que entre no site dele aqui e confira toda sua obra. Porque afinal, tatuadores são completos artistas.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários