alguém

Hoje eu vou ser quem eu quiser

13:28


Hoje eu decidi deixar minha identidade em casa e meu RG na gaveta do quarto. Decidi que seria outra pessoa. Hoje decidi que mudaria meu nome, seria três anos mais velha e teria um sotaque gaúcho. Hoje decidi que deixaria todos os meus problemas dentro daquele baú velho onde guardo minhas lembranças de cada pessoa, as que me machucaram e as que cruzaram meu caminho pra ficar. Deixaria todo o meu passado, deixaria todo o meu presente, todas as esperanças, expectativas, ilusões, amores, fantasias, sonhos e objetivos. Deixaria toda a reputação que eu construí, ao longo desses dezoito anos, guardada. Hoje eu seria quem eu quisesse ser.

Hoje eu quis vestir aquele vestido preto super apertado que ganhei de natal ano passado e disse que nunca iria usá-lo porque era vulgar demais. Hoje eu quis usar mais rímel e um batom vermelho. Hoje eu larguei as sapatilhas de baixo da cama e abri o guarda-roupas atrás do meu salto alto. 

Hoje eu não vou levar o meu celular e nem o relógio de pulso. Hoje eu não quero saber que horas são e nem quem vai me mandar mensagens de texto. Hoje eu não quero ficar deitada na cama esperando nenhuma ligação sua. Hoje eu não quero saber de discussões ou de palavras vazias. Hoje eu só quero me deixar ser levada. Hoje eu só quero me mexer se for pelo som das músicas.

Hoje não importa se alguém vai falar de mim. Não importa se alguém vai querer me julgar. Não importa se não vão me apoiar. Hoje eu não quero me importar. Hoje eu vou viver numa fantasia que ninguém que seja conhecido vai poder entrar. Hoje eu quero ser outra pessoa. Chega um momento, na vida de uma pessoa, que ela precisa parar de se importar com qualquer coisa que seja. Mesmo que seja por apenas um dia ou dois. Nesse momento ela precisa ter o direito de ser e fazer o que ela quiser sem se importar se vai ou não ser julgada. Se vai ou não ser comentada. 

Todas as pessoas do mundo deveriam ter o direito de, pelo menos uma vez da vida, ter as coisas exatamente da forma que querem. E o meu momento é essa noite. Essa música. Com essas pessoas. Com esse personagem que criei pra mim mesma. E eu não estou nem ai se vou ser reconhecida e virar assunto no dia seguinte, porque eu fiz as coisas sem me importar com mais ninguém, além das minhas vontades. E é assim que as pessoas deveriam viver suas vidas, todos os dias. Deixe que falem, deixe que digam. Mas você, não deixe fazer, de falar, muito menos de dançar. 

Faça uma tatuagem escondido. Nade no mar sem roupa. Faça sexo com alguém que acabou de conhecer (com camisinha por favor). Beije alguém do mesmo sexo. Beba até esquecer seu nome. Dance funk até o chão. Pule quando começar uma música eletrônica. Suba em cima do balcão. Vá para uma festa de alguém que você não conhece. Sinta o cheiro de árvores e flores. Vá até a praia de noite. Deixe o celular em casa. Invente seu próprio horário de ir embora. Fume um cigarro. Cante mais alto que a música. Pegue uma mochila e saia sem destino. Nem que seja apenas uma vez.

Esqueça que as pessoas estão ao seu redor e dance como se ninguém estivesse olhando. Beba quantos copos achar que deve. Beije quantos caras você achar bonitos. Dance todas as músicas até não sentir mais as pernas. Mas seja, pelo menos uma vez na sua vida, a pessoa que você sempre quis ser. 



You Might Also Like

2 comentários

  1. Adorei o texto, muito perfeito *---*

    http://lagrimas-de-diamante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.