amigos

Primeiro amor - carta para um melhor amigo

11:53


Essa semana me perguntaram de você. Como te conheci e nos tornamos amigos. É claro que a minha resposta não passou disso. Nos conhecemos, ficamos amigos e fim. Eu não disse a saudade que eu sinto de você e muito menos aquele grão de areia de sentimento que ficou dentro de mim desde aquela época. Éramos praticamente duas crianças descobrindo o sexo oposto. Todas as garotas te desejaram pelo menos uma vez, triste foram as vezes que te vi desejando-as de volta.

Muitas pessoas tem medo de se aproximar fisicamente de seus amigos justamente por conta do que vem depois. Eu não tive medo. Eu me apaixonei aos poucos e quando dei por mim já estava completamente perdida entre nossas mensagens e a distância. Eu me apaixonei, me entreguei e te amei. Amei como nunca tinha amado outra pessoa, mas eu não esperava que me amasse de volta. É claro que teria sido bem legal da sua parte se isso tivesse acontecido, mas no fundo eu acho que não me importo tanto hoje em dia.

Eu vi você ir embora do mesmo jeito que veio. Aos poucos e sem volta. Eu tenho vontade de dizer que estou com saudades e que sonhei com você a noite passada mas sei que vou parecer apenas mais uma adolescente apaixonada. Eu cresci, sabia? Eu aprendi o verdadeiro valor das coisas e o imenso peso das palavras. Eu aprendi a não sofrer por quem não merecia uma lágrima e amar alguém que realmente valia meu amor. Eu aprendi a dirigir, me formei na faculdade, desisti do meu emprego, encontrei um novo sonho e inúmeros amores passageiros, mas nenhum deles se parecia com você.

Nossos amigos dizem que você está diferente e que se nós tivéssemos mantido o contato eu provavelmente teria desencanado, mas eu discordo. Eu vi que você amadureceu tanto quanto eu, embora fosse mais novo. Eu vi que você consegue lidar bem com as palavras e expressar suas ideias. Vi que aprendeu a dirigir, entrou na faculdade e conseguiu um emprego bem legal. A gente não imaginava isso aos 15 né? Eu também não imaginava que continuaria perdidamente apaixonada por você.

É claro que eu me apaixono por outros corpos quase que constantemente. E eles tendem a ir embora logo que percebem que sou mais difícil de lidar do que um cubo mágico já iniciado. Você disse uma vez que eu era uma garota cheia de mistérios que precisava ser desvendada. E cade você aqui para me desvendar quando eu estou pronta? Por mais que a vida tenha seguido e o mundo tenha dado várias voltas aquele pequeno sentimento do tamanho de um grão de areia ficou. Não cresceu, não mudou o lugar ou a especie de sentimento. Ele continua aqui bem quietinho como as ondas aquele dia em que te encontrei na praia.

São palavras que você nunca vai ver e, caso isso aconteça, nunca irá entender. Não porque não queira mas você ainda vê em mim aquela amiga distante que insiste em te encontrar. Não que você não queria te ver em cada palavra que eu digito madrugada a fora porque você não precisa. Posso escrever que estou com saudade em todas as línguas que eu conheço que você nunca vai saber que são para você. Eu poderia dizer, mas não acho que seja necessário porque eu realmente espero que isso tudo acabe se ajeitando, de um jeito ou de outro. Até que um dia você vem elogiar algo que eu escrevi e eu te digo "esse é para você".





You Might Also Like

2 comentários

  1. Que texto lindo, adorei as palavras e tom usado. Li até o fim, tipo aqueles textos que nos deixam com vontade de ler sabe.

    Beijos da Érika - BR
    http://www.sempreconectada.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Érika, muito obrigada pela visita. Fico feliz que tenha gostado do texto, seja suuper bem vinda ao blog tá?

      beijos <3

      Excluir

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.