estupro

A culpa não é minha - Só exijo respeito

12:27


Dizem que a culpa é minha, sempre. Se eu engravidar, é minha culpa porque não me cuidei. Se eu encostar a roda do carro na guia da calçada a culpa é do gene XX, ou seja, a culpa também é minha. Se um motoqueiro apressado meter o pé no meu retrovisor, claro que a culpa é minha porque não sai da frente. Se o cabeleireiro corta um palmo ao invés de dois dedos do meu cabelo, a culpa é minha que não expliquei direito. Se o salto quebrar no meio da festa, culpa minha porque bebi demais. Se eu for abusada no metrô, a culpa é minha também, quem mandou sair de casa? 

Já disse com todas as letras e expressões possíveis que odeio tudo que possa separar os seres humanos uns dos outros. Machismo é uma delas. Agora me explica isso direito porque eu ainda não entendi, quer dizer que todas aquelas mulheres que foram abusadas, dentro e fora do metrô, são cem por cento culpadas por isso? É isso mesmo? Essa é a mais nova moda de acusação? Porque eu acho bem legal esse lance de apontar o dedo para o lado oposto do problema. Mostra o quanto a sociedade precisa urgentemente de um choque de realidade para ver se a bússola - ou o dedo - voltam a apontar para o lugar certo.

Eu nunca vi uma mulher abrir o guarda roupa e dizer "hoje estou querendo ser abusada, tenho uma roupa certa pra isso". Oi? Existe roupa que faça o cara querer por a mão onde não deve? Claro que tudo é uma questão de visão. Não posso cegar um olho e manter completamente alienada sobre o que acontece num todo. Existem sim mulheres que saem pedindo. Mas não é o vestido que pede, são as atitudes da mesma com relação ao ambiente que ela está. Isso é outro assunto que deve ser colocado em questão. Agora vir dizer que a culpa é minha por ser abusada? Isso já é demais para mim.

Porque mulher nenhuma merece isso. Tanto a acusação quanto o ato em si. Nenhuma, por mais vagabunda que seja. O dia internacional da mulher passou há pouco. Onde foram parar as imagens fofas de gatinhos e o imenso respeito que todo mundo resolveu demonstrar em todas as redes sociais? Vários destes acabaram se juntando e formaram um leão a espera da presa. E o cara que disse não se aguentar porque o metrô estava muito apertado. Oi, moço? Não entendi, espera ai. Quer dizer então que se eu não aguentar o calor da cidade do Rio de Janeiro eu posso arrancar a blusa para me refrescar? Vou te dizer que não, eu não posso.

Não posso mostrar os braços e as pernas porque terei o dedo da sociedade julgadora apontado diretamente para mim. Não posso porque vão dizer que eu estou pedindo para ser estuprada, usada e abusada como lixo social. Eu não posso porque eu devo ser moça de família, respeitada e a serviço do homem, hoje e sempre. Eu não posso sair tarde da noite, não posso beber uma cerveja a mais, não posso falar palavrão, não posso ter amigos homens - porque segundo dizem eles só querem me comer. Eu não posso sequer usar uma calça jeans e um moletom porque vão acabar dizendo que eu estava pedindo, também. Até porque ninguém é estuprado no inverno ou no oriente médio, né?

Que vida chata e banal essa de não poder fazer as coisas. Blá blá blá não pode isso, não pode aquilo ou aquilo outro. Ande sempre nessa linha porque se você sair dela só um pouquinho vão cair como leões em cima de você. Quanta babaquice. Quanto machismo. E o pior é que esse machismo vem de mulheres também. 

Eu prezo pela liberdade de expressão, seja ela visual, corporal ou mental. Estamos andando em círculos, julgando aquele que não merece ser julgado. Estamos secando gelo, patinando em águas turbulentas e prestes a nos afogar. Se dizem que as roupas que eu uso me fazem pedir para se estuprada estão certos, mas se eu peço respeito pelo uso do meu próprio corpo estou extremamente errada. Podem até tentar calar meu corpo mas eu quero ver se conseguem calar minha alma.





You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.