jovem

O mundo e suas mudanças - Don't you ever grow up

12:43


Se existe uma coisa que não faz o menor sentido é ser obrigado a crescer. Deixar de acreditar nas coisas que te fazem bem. Se levar pelos outros, agir com medo das consequências e sempre andar nos trilhos. Por isso as vezes dá saudades da adolescência. É a época onde todas as incoerências da vida são descobertas e desafiadas. Você vive sem dar importância ao que as pessoas ao seu redor vão pensar das suas atitudes.

É onde os sentimentos começam a se aflorar e, mesmo com toda essa confusão mental que cresce dentro de você, é absurdamente delicioso poder descobrir a si mesmo e ao mundo. Mas ai você se sente obrigado a crescer. Já passou dos vinte e ainda não chegou nem aos pés daquilo que sonhou. Guardou todo o amor que sentia junto com a esperança em baixo do colchão e deixou de acreditar que esta é a última que morre.

O mundo ao redor fez com que você fosse pré-moldado. Esqueceu o verdadeiro sentido do desafio, do amor, da fé e da vida. Por favor, não deixe de acreditar. Se as pessoas dizem que você não vai conseguir, simplesmente sorria. Ria daqueles que querem te fazer acreditar que não é capaz. Coitados, vivendo naquele mundinho que abominavam quando eram mais jovens.

Não deixe que o mundo te faça esquecer daquilo que você acreditava que era verdadeiro. Se não der certo com certeza vai doer, mas doerá muito mais se você passar o resto da vida imaginando como seria se você tivesse ao menos tentado. Aquele maldito "e se?". Se tiver um por cento de chance de dar certo, esquece sua consciência adulta te dizendo para ir com calma, vá e faça. Não tenha medo de ser feliz, não tenha medo de ser julgado por acreditar em algo que os outros já deixaram para trás.

Ame com intensidade. Viva daquilo que te faz sorrir. Ande descalço na grama. Pule num trampolim junto com as crianças. Brinque como se o chão fosse feito de lava. Dance na chuva. Pule de roupa na piscina e com sapatos brancos nas poças de lama. Tire fotos engraçadas, visite lugares inusitados. Se arrisque, vá, faça, seja, acredite que você é capaz e deixe que o resto mundo se afogue sozinho em sua própria solidão coletiva. E agora você sabe porque o Peter Pan temia em crescer. 



You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.