17 de mar de 2014

Projeto Idealiizar - #StopBullying


Eu sempre digo que odeio preconceito e quem é leitor aqui do blog sabe muito bem disso. Seja a respeito da etnia, sexualidade, tatuagem ou estilo de vida. Eu sempre achei e sempre vou achar o preconceito como algo extremamente fútil da nossa sociedade, uma daquelas coisas que não tem o porque manter vivo mais ainda tem gente que cria com ração de qualidade. Chega a ser bizarro.

Mas na verdade só quem já sofreu todo e qualquer tipo de preconceito é que pode dar a cara a tapa e garantir como dói. É uma dor real que chega a crescer dentro do peito e muitas vezes faz você acreditar que está errado, quando na verdade o errado é quem aquele que o dedo que aponta. Mas é bem difícil de entender isso. Eu já sofri preconceito, dentro e fora da internet. Já recebi olhares tortos na rua e perguntas sobre minhas tatuagens do tipo "nossa, pra que isso tudo?" - e olha que nem sou tão tatuada assim. Ainda.

Mas o fato é que parece que a sociedade atual, ou pelo menos grande parte dela, ainda não está pronta para viver as diferenças. Pleno século XXI e ainda tem gente que fica de mimimi com o jeito do outro, vai entender. Muita gente sofre calada e ninguém faz ideia do que está acontecendo. O bullying se tornou mais comum na internet do que deveria ser. Nem todos tem uma orientação para se abrir, ou tem esse espaço, dentro de casa. As vezes até os próprios amigos sãos os "bullinadores". É bem difícil de entender.

Pensando nisso e tentando tirar de vez - ou pelo menos grande parte - do preconceito na internet o Idealiizar criou o #StopBullying onde as pessoas se sentem a vontade de desabafar sobre tudo e todos. Tá, mas me explica o que é isso. 

1) O que é?
É um projeto que reúne os blogs que são a favor de excluir isso da nossa juventude conectada. 

2) Como posso participar?
Essa é minha pergunta preferida. Para participar você precisa colocar o banner do projeto no seu blog dizendo que você apoia essa causa. Ao clicar nesse banner o usuário será direcionado a este post e aos contatos nele presentes (lá no final) para poder soltar o verbo sobre aquilo que o incomoda, além de ouvir conselhos de quem já passou por isso.

3) E qual é o meu retorno?
Eu sei que por mais justa a causa é sempre legal ter um retorno né? Pois então, seu blog fará parte da lista de blogs participantes ajudando na divulgação dele junto com o projeto. (Lista de blogs participantes aqui). Poderão enviar textos, conselhos ou histórias próprias que possam ajudar àqueles que ainda não se sentem vontade de desabafar e estes serão publicados aqui no blog.

4) E se eu quiser responder e dar conselhos?
Minha vó dizia que se conselho fosse bom a gente vendia. Ela que me perdoe mas eles ajudam e muito quem precisa de uma palavra amiga. Se você também quiser fazer parte da galera que está por trás do projeto é só mandar um email para idealizar.me@gmail.com com o título QUERO SER CONSELHEIRO DO #STOPBULLYING se apresentando para gente. Ou então ficar atento aos posts que serão publicados e dar seu conselho nos comentários.

5) E se eu quiser desabafar?
Primeiro, deixe o pudor de lado e sinta-se a vontade para falar sobre o que você quiser. Qualquer coisa mesmo, aqui é tudo sem tabu. Escreva e mande um email para stopbullying.idealizar@gmail.com. Não é preciso se identificar, mas seria legal colocar a idade para que a gente tenha uma noção para o retorno, ok? Caso queira que isso fique só entre nós por mim tudo bem, mas é bem legal compartilhar sua história e ajudar outros que estão passando pelo mesmo problema, né? Além disso você poderá receber conselhos de outras blogueiras via comentários que podem te ajudar bastante.


Se você apoia esse projeto vem com a gente tentar mudar um pouquinho essa internet. Mande um email para o idealizar.me@gmail.com e a gente te manda o banner e tira todas as suas dúvidas.






Um comentário:

Comentários