amor

Sobre nós: malditas palavras mal ditas

13:02



Eu tenho esse jeito menininha de ser. Gosto de andar de mãos dadas em público, mandar mensagens ao acordar para dizer que sonhei com você, mais uma vez. Eu gosto quando você me aperta forte pela cintura e me força um beijo. Geralmente eu luto contra e dou risada dizendo o quanto isso parece ridículo perante aos olhos alheios, mas no fundo eu não me importo. Eu gosto quando você diz que quer fazer alguma coisa porque é seu jeito de dizer que sente saudade, mesmo que bem pouquinho. Eu gosto de gostar de você mas não sei se consigo.

Desculpa pelo meu jeito carente que eu compenso com inúmeras risadas e frases que soam completamente ignorantes e mal ditas. É que eu sempre falo sobre amor mas no fundo não sei se eu realmente sei amar. Todos os meus relacionamentos sempre soaram mais complicados do que o combo Rachel e Ross. Eu não quero me acostumar com a sua presença porque seria o mesmo que tentar me acostumar com a sua ausência. Eu gosto de você, de estar com você. Eu gosto do seu beijo que me dá arrepios na espinha e como você imita meu jeito de falar. Gosto do seu sorriso e do jeito que duvida de mim, só para me provocar. Gosto do jeito que você fala sobre minhas tattoos e de como você me abraça enquanto estamos no cinema.

Eu me sinto numa montanha russa de insegurança quando estou com você, vivendo de extremos. Eu viro uma completa garotinha quando estou ao seu lado. Aquela garotinha que toda mulher tem guardada dentro do peito se esvai pelos meus dedos toda vez que te encontro e acaba me dominando por inteira. Fico preocupada com meu cabelo e se não passei maquiagem demais. Tento me expressar corretamente porque quase sempre as coisas que eu digo são interpretadas de maneira diferente àquilo que eu realmente quis dizer. Eu me preocupo com minha roupa, meu sapato e com aquela garota gostosa que passou do nosso lado sozinha. E o pior de tudo é o ciúmes, que invade meu peito toda vez que você vai embora. Assim eu tenho certeza de que gosto de você.

Mas eu não posso gostar de você e nem me acostumar com nada disso. Porque o que eu não tenho medo de amar mas temo o que vem depois disso. Não quero te ver partindo como todos os outros, levando consigo um pedaço de mim e deixando comigo boa parte de você como lembranças que jamais vão partir. É por isso que eu sempre parto antes. Por conta disso nunca tive relacionamentos que passaram do primeiro mês, achava melhor assim. Sempre deixo minhas migalhas de amor pelo chão do quarto e parto na ponta dos pés sem intenção de voltar, mesmo que dê saudade. Porque se tornou mais fácil partir do que deixar partir. Mas dessa vez eu não quero fazer nada disso.

Me desculpa por ser cafona e acreditar nos romances antigos. Desculpa pelo medo que tenho de te ver partindo e pela forma como eu tento demonstrar o quanto você me faz bem. Porque na verdade eu nunca fui muito boa com sentimentos, mas você me faz querer tentar. Você me faz querer guardar todo esse medo e essa insegurança dentro do bolso do meu jeans e seguir em frente com você. Eu preciso tentar. Eu preciso de você e não quero te assustar. Não vou te dizer o quanto você me faz bem e como seu sorriso bobo e sua voz me alegram pela manhã. Só peço um pouquinho de paciência, para que logo você consiga arrancar tudo isso em mim.






You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.