amor

E essa tal solidão?

14:00


Quem, um dia, disse que manter relações com as outras pessoas é a parte mais difícil, nunca passou um tempo se relacionando com si mesmo.


É incrível esse medo que as pessoas tem de ficarem sozinhas. Essa convicção tão forte de que pra serem plenamente felizes, precisam estar sempre com alguém por perto. Essa carência de atenção e de afeto e o desespero pra achar alguém pra não ter que passar o resto da vida sem ninguém.


Quando você mesmo não faz alguma coisa pra mudar os fatos, a vida se encarrega de te obrigar. É ótimo estar sempre rodeado de amigos e ter um amor recíproco. É delicioso ter sempre alguém pra rir e conversar. Melhor ainda é ter alguém pra desabafar e pra receber conselhos. Mas antes de querer a companhia de outra pessoa, precisamos nos completar com a nossa.


Ok, não é pra entrar no quarto, se trancar e se isolar do resto do mundo. Vamos com calma! Mas dizem que quando passamos um tempo com nós mesmos, acabamos nos conhecendo de verdade. Simplesmente por não ter a influência do que os outros acham. Começamos a nos basear no que somos pelo que nós próprios achamos. É ótimo ouvir os elogios e os carinhos que as pessoas tem pra nos dizer, mas aí acabamos começando a basear nossa personalidade no que os outros acham.


Pare e pense: quantos amigos, namorados e namoradas, colegas ou seja o que for, você já teve em toda a sua vida? Em quantos deles você apoiava a sua felicidade? E quantas vezes você teve essa felicidade destruída e precisou passar meses e meses a reconstruindo, só porque essas pessoas foram embora? Nós nascemos e morremos com a responsabilidade de uma vida pra cuidar: a nossa. Precisamos construir a nossa própria felicidade ao invés de esperar que outra pessoa a traga pra nós.


Quando nos sentimos sozinhos é porque alguma coisa está faltando. Não algo material ou alguma pessoa. Mas algo faltando dentro de nós. Talvez estejamos em falta com nós mesmos. Esse sentimento é um jeito que o universo dá pra que percebamos que somos felizes e completos, tendo companhia ou não.


Ficar sozinho não precisa ser um momento triste onde você fica no quarto o dia todo, assistindo comédia romântica na TV. Você pode passar cada minuto que estiver só com você mesmo pra fazer – e descobrir – coisas que gosta. Conhecer lugares novos, almoçar em um restaurante diferente, ir no cinema ver um gênero de filme super esquisito, ir no shopping fazer compras e não precisar se preocupar em deixar a outra pessoa esperando, escrever, arrumar a sua bagunça, viajar, tirar fotos, ler, dormir. O tempo é seu. Você decide. Aproveite-o. Se você pudesse estar fazendo qualquer coisa, o que você quisesse, sem ninguém por perto, o que você faria?


Ficar sozinho não é doença, não, gente! Tenho amigas que acabam mantendo relacionamentos por medo de ficarem sem ninguém. Não entrem em um relacionamento só porque se sente sozinho. Entre em um relacionamento porque se sente completo – consigo – e apaixonado. Como eu disse, não baseiem sua felicidade em outras pessoas.

O problema que as pessoas tem não é de estarem sozinhas, é de não saberem aproveitar esse tempo.


   

You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.