amor

Eu, um café e uma lista de coisas que eu gostaria de te dizer

12:17


Eu queria poder te dizer tantas coisas. Queria pode te dizer que o carteiro errou de novo na entrega da correspondência e que meu material de pesquisa ainda não foi entregue. Queria te contar que eu finalmente aprendi a fazer café do jeito que você gosta, acho que ia até se orgulhar de mim. Poder te dizer que na semana passada eu quase atropelei uma velhinha de bengalas que caminhava na minha frente, só para poder te ver sorrindo e dizer que só eu mesma para fazer uma coisa desse tipo.

Queria te dizer que parei de fumar e dessa vez é pra valer. Pelo menos eu acho que é. Acho até que já nem sinto mais tanta falta da nicotina no meu corpo, chega até engraçado ouvir isso de uma pessoa que já foi considerada uma chaminé ambulante. Queria poder te dizer que comi naquele nosso restaurante mexicano favorito, aquele que você me pediu em namoro. O mesmo restaurante que você teve que me carregar bêbada para casa depois de umas doses de tequila a mais, mesmo eu insistindo que fossemos para o motel.

Queria te dizer tanta coisa que nem sei por onde começar. Não sei se começo pela saudade, porque ela tá bem grande aqui dentro, ou se começo pela forma que meu peito contrai toda vez que ouve seu nome. Queria poder te dizer que tá tudo muito bem e obrigada, como eu sempre fiz. Sempre fui aquela garota desapegada que deixa a porta da frente aberta para que o outro sinta vontade de sair. Mas que droga, hoje penso onde coloquei aquela maldita chave. Talvez alguém deva ter levado embora consigo, só de sacanagem.

Queria poder te dizer que ontem eu não passei a madrugada toda pensando em você. Em nós. Pensando em como seu sorriso me cativava e como sua voz me acalmava quando eu ficava nervosa demais por coisa boba. Dizer que na semana passada eu tive um encontro, o primeiro desde que você se foi e, para ser sincera, até que teria sido bem divertido se o cara do outro lado da mesa fosse você. Eu realmente queria dizer que seu abraço já não me faz falta e que minhas lágrimas são apenas fruto de uma nostalgia boa, uma lembrança gostosa. Mas elas machucam como agulhas dentro do meu peito implorando pela liberdade.

Eu tive medo quando você se foi. Tive medo porque já vi inúmeras pessoas passando por aquela mesma porta sem fazer questão alguma de voltar. De todas as outras vezes eu apenas me levantei do sofá, abri a janela e acendi um cigarro como forma de luto. E só. Mas hoje, nem todo o cigarro do mundo pode me confortar. Deve ser por isso que o abandonei, já não me servia para mais nada mesmo além de me dar dores de cabeça constantes e um futuro câncer no pulmão.

Queria poder te dar todos aqueles beijos que eu não dei. Abraçar em público, olhar nos seus olhos e dizer o quanto você me faz feliz. Não consigo imaginar você nos braços de outro alguém, isso me sufoca. Não posso mais continuar na eterna esperança de que você caminhe pela porta adentro e diga que se arrependeu da nossa última briga. Mas eu tenho medo de te superar e você se assustar quando decidir voltar. Como um cachorro que deve ser tratado da mesma forma, do contrário foge sem sequer olhar para trás.

Será que, algum dia, tudo isso vai ter valido apena? Todas as minhas noites de insônia e meu empenho para aprender a fazer seu café preferido. Toda a minha saudade transformada em música e poesia. Todo meu eu transformado em nós. Eu queria te dizer tantas coisas. Como que o cachorro da vizinha fez xixi na roda da porta do nosso prédio de novo e que meu carro foi para o concerto pela terceira vez esse mês. Pra falar a verdade eu acho que não quero te dizer absolutamente nada. Quero apenas me perder no seu abraço e ouvir você dizer que vai acabar tudo bem.





You Might Also Like

6 comentários

  1. Me identifiquei bastante com o texto! Gostei do seu jeito de escrever, acabei de conhecer o blog e com certeza irei visitar aqui mais vezes. Parabéns ^^

    http://utopiasdemaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muuuito obrigada, fico feliz demais que tenha gostado.
      Seja super bem vinda ao Idealiizar

      Beijos ♡

      Excluir
  2. amei o seu blog, seus textos são super legais parabéns. Beijos :*

    http://pryalmeidamakeup.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Pry, seja super bem vinda ao Idealiizar :)

      beijos ♡

      Excluir
  3. "Queria te dizer tanta coisa que nem sei por onde começar. Não sei se começo pela saudade, porque ela tá bem grande aqui dentro, ou se começo pela forma que meu peito contrai toda vez que ouve seu nome. Queria poder te dizer que tá tudo muito bem e obrigada, como eu sempre fiz. Sempre fui aquela garota desapegada que deixa a porta da frente aberta para que o outro sinta vontade de sair. Mas que droga, hoje penso onde coloquei aquela maldita chave. Talvez alguém deva ter levado embora consigo, só de sacanagem."

    Peerfeito ♥ ganhooou uma leitora fiel !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maisa, muuuito obrigada pelo carinho. Fico feliz que tenha gostado.

      Seja suuper bem vinda ao Idealiizar

      Beijos s2

      Excluir

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.