contos e crônicas

Hoje eu não fiz check in

14:30


Hoje eu não fiz check in. Hoje eu fui no shopping e não fiz check in. Fui no cinema, assistir um dos maiores lançamentos do ano, e não fiz check in. Hoje eu fui naquele parque super famoso da cidade e também não fiz check in. Eu não fiz check in quando fui a farmácia ou ao supermercado comprando cerveja. Hoje eu não fiz check in quando estava no restaurante mais badalado da cidade. Hoje eu também não tirei foto da comida e fiz check in.

Hoje eu guardei o celular dentro do bolso de trás da calça jeans. Hoje eu levantei a cabeça e fitei o céu azul. Senti o vento gélido de inverno e não senti falta de um abraço apertado. Hoje eu caminhei sobre o meio fio, com os braços abertos e sem medo de cair. Hoje eu sorri e não compartilhei. Hoje eu só sorri. Há tanto tempo que havia me esquecido de como era só sorrir.

Hoje eu matei saudades, mesmo que insuficientes. Tive dor de barriga de tanto rir. Sentei na grama e não fiz check in. Hoje eu não tirei uma selfie na frente do espelho e usei milhares de hashtags para dizer o quão feliz eu estava e para qual balada eu estava indo. Hoje eu não marquei ninguém. Hoje eu não fiz check in. Não pensei naquele comentário bombástico que faria o grupo inteiro do Whatsapp mandar carinhas chorando de rir quando o peito deles sequer se moveu, muito menos em piscar a janela do ex para perguntar como é que ele está. 

Hoje eu não compartilhei minha vida, meu suco de laranja no café de manhã e nem o status de moradia do meu coração. Hoje eu também não observei a vida alheia e tão pouco fiz check in. Hoje eu senti como os raios de Sol podem arrepiar a pele quando o tempo esta frio. Como sorrir faz bem para o peito, para o corpo e para alma. Descobri que o sentido de para sempre está nas pequenas coisas que a gente vive.

Um abraço apertado, um beijo roubado e uma dose extra de tequila. Descobri que o para sempre só acaba se um dos dois, ou todos, desistirem. Do contrário é para sempre sim. Mas o que importa na verdade é que hoje eu não fiz check in. Não fiz check in e observei como o mundo é imenso. Perfeito com suas imperfeições. Sutil com suas extravagancias. O mundo é imenso, nós somos imensos e eu não fiz check in. Hoje eu fechei os olhos, respirei fundo e não fiz check in. Descobri que há muita coisa a minha volta e que a verdadeira vida é vivida de verdade. Mas tudo isso só porque meu celular estava sem bateria e eu não fiz check in.



You Might Also Like

4 comentários

  1. Meninaaaaaa que texto é esse? Prendeu a minha atenção do inicio ao fim, lindo mesmo! Talento não te falta! Bjoo e continua :D

    Diário de uma Africana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandra, muuuito obrigada sua linda <3

      Seja super bem vinda ao Idealiizar, espero que goste!

      beijos

      Excluir
    2. Linda com as palavras, como sempre!

      Excluir

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.