12 de jul de 2014

Música da Semana - Cazuza



Hoje eu vou de brasilidade. Hoje eu vou de velharia. Hoje eu vou de rock, para variar um pouco.

Essa semana completou-se 24 anos sem o cara que me dá arrepios pela espinha toda vez que ouço sua voz. O cara que me dá ideias novas e coragem para seguir sonhos que antes eu julgava impossíveis. Com seu sotaque carioca delicioso, suas músicas com letras indiscutíveis e sua melodia única. O cara que não tinha medo de dar a cara a tapa e dar sua opinião, sobre o qualquer coisa. O cara. Caju. Cazuza.

Já assumi aqui no blog que sou perdidamente apaixonada por Cazuza. Até contei aqui como foi a exposição que rolou lá no Museu da Língua Portuguesa aqui em São Paulo sobre o cantor. Pois bem, como forma de homenagem hoje eu vou de Caju. O carioca que conquistou o país transformando o tédio em melodia. Que não desistiu mesmo quando percebeu que o tempo passava. Que amou com palavras mesmo quando não tinha encontrado sua fruta mordida. 

Não vou me apegar muito a história do cara porque números são chatos e passageiros, por fim. Mas fica minha dica de filme, assistam Cazuza - O Tempo Não Para. Hoje eu vou de Cazuza porque gosto de músicas que me fazem pensar, questionar e viajar na mente do autor. Do contrário, qual a graça? Gosto do imprevisível e do inimaginável. Seja como Barão Vermelho ou como ele mesmo, apenas. Por isso, hoje vou de Cazuza.

















Essa última é para gente levar paras urnas dia 05/10
Se você for votar esse ano, pense. 
O mundo do país está na ponta dos seus dedos.


Fantástico, é como consigo defini-lo numa única palavra. Mesmo tendo nascido sem ele no mundo eu tenho certeza que este seria muito melhor se o tivéssemos por perto. Mas infelizmente os céus gostam de música boa. Então a gente fica com uma playlist inspiradora e uma saudade ensurdecedora. "Caju: fique livre do mundo, aproveite a dor, ame de olhos fechados e se divirta na Terra - Cazuza"



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários