#stopbullying

#StopBullying - Como palavras podem afetar negativamente as pessoas ao nosso redor

10:00


Bullying, quantas vezes você já não ouviu essas palavras nos últimos dois anos? Na minha época isso não existia, diz minha mãe. Eu, que tenho 22 anos, não sabia que isso tinha um nome certo. Para mim era mais nada do que encheção de saco das grandes. Dá vontade de mandar todo mundo a merda, mas você descobre que não tem força o suficiente para isso.

Como a gente adora quebrar tabus trouxemos de volta o projeto #StopBullying, e dessa vez com força total. Serão posts semanais relacionados ao assunto, cada semana algo diferente. Uma história, seja minha ou sua, seja algo que te faça abrir  a cabeça e medir suas palavras. Enfim, a gente só quer manter o projeto em frente. Leia mais sobre ele aqui. Se você é blogueira, ajude a gente a contaminar a internet com coisas boas. Se você tem algo a nos contar, ou desabafar, escreva para idealizar.me@gmail.com.

Hoje eu vou de ilustrações. Talvez uma coisa dita num momento errado pode não fazer mal algum àquela que o faz mas causa um efeito bem grande naquele que ouve. Há uma série de interpretações erradas, também. Mas nem por isso devemos deixar de medir as coisas que dissemos, magoar alguém assim, atoa, para que? O mundo já tem coisa ruim demais para atirar palavras àqueles que lutam para ficar longe desse tipo de comentário.

Essas ilustrações foram feitas pela Katarzyna Babis, uma ilustradora polonesa, e mostra como um comentário estúpido pode magoar, e muito, uma pessoa. 

traducao1
(Essa é, sem dúvida, a minha preferida)

traducao6

traducao4

traducao2

traducao3

traducao5

O mundo já é tão imperfeito para ter essa pequena estupidez que o faz um lugar pior. Pode não ser ruim para você mas com certeza para o outro pode ser. Não vamos olhar para nosso próprio umbigo, olhe ao redor. Existe um mundo cheio de diversidade e, cara, tem algo mais legal do que ser diferente? Do que ser você mesmo? 

Se você já passou por alguma dessas situações devo dizer que sinto muito. Sinto muito mesmo porque já passei por isso. As pessoas não sabem o que dizem no momento que abrem a boca. Vamos dar valor ao que importa, vamos nos amar por dentro. E se o mundo quiser que sejamos ao contrário? Paciência, estaremos perdendo nosso tempo sendo extremamente felizes com nós mesmos.


You Might Also Like

2 comentários

  1. Muito bom, muito bom! Ainda estamos impregnados com frases e colocações que foram empurradas pra dentro da gente desde... sempre... Mas um dia, passa!

    Agora, a parte da depressão... É complicado: depressão hoje virou moda. É a nova virose. Você chega no médico, fala que está se sentindo meio mal, meio sem vontade de fazer as coisas. O bonito soca-lhe o diagnóstico com uma receita de tarjas-preta sem a menor cerimônia. E dá certo, heim, eu TESTEI! Ignorar uma doença real, achando que é frescura, é feio... Mas no meio dos realmente doentes tem tantos outros (a maioria) que apenas se aproveitam da situação que fica difícil saber de "qualé que é"... rsrs

    Beijos!

    http://naotragaflores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Debora eu concordo contigo, em partes. Depressao é a doença da moda, de fato, mas as pessoas tendem a serem assim. É a doença desse século, dessa geração. Sempre queremos mais do que podemos ter em nossas mãos e muitas pessoas nao conseguem administrar tudo isso. É preciso paciência e vontade de seguir em frente, além de muito amor daqueles que nos amam, né?

      Fico feliz que tenha gostado. Se precisar desabafar chama a gente! Estaremos super dispostos a ajudar ♡

      Excluir

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.