amor

Afinal, o que é esse tal de amor?

14:46


Untitled


Me peguei a pensar, e talvez analisar um pouco, toda essa história de amor depois do meu octogésimo sétimo pé na bunda - usei esses números apenas como uma base para apresentar minha teoria. Afinal, o que é tudo isso que é muitas vezes resumido em meras quatro letras e que, se manuseado de forma incorreta, causa mais dores do que queimação por ácido sulfúrico. Aliás, se conheço bem as sensações horríveis que um tal de amor agitado pode oferecer, garanto que o amor acaba machucando um tanto mais. 

Ele a olha nos olhos e sorri, com os dentes brancos e aquele cheiro de beijo proporcionado por Trident de hortelã. Sua face enrubesce um pouco quando ele coloca as mãos na sua. E aquele momento onde você não sabe se o cara vai te beijar ou se tá só fazendo cena? Ai meu Deus, o coração dá tanta cambalhota que deixaria Daiane dos Santos no chinelo com sua apresentação de brasileirinha. Dizem que isso é amor, ou deve ser alguma coisa bem parecida. Acredito, talvez por conta das minhas inúmeras tentativas falhas de encontrar o tal, que tudo isso seja apenas tesão.

Mas o que é esse tal de amor afinal? É o sexo que te tira dos eixos, o coração acelerado por conta de um encontro e aquelas borboletas infernais no estômago que insistem em aparecer, travando sua respiração num momento único de ansiedade? Na verdade, meu vibrador pode me tirar dos eixos, um ataque cardíaco faz meu coração parar dessa forma e borboletas no estômago podem ser afogadas com uma dose extra de vodka barata e batata frita gordurosa do bar da esquina. Não, esse tal de amor tem que ter alguma coisa a mais.

Depois de tanto caminhar por essa vida incerta e ter que me recolher de volta, juntar os pedaços e obrigar-me a seguir em frente, comecei a reparar nas letras de música romântica. Seja aquele sertanejo melancólico que faz seu coração chorar com as notas mais altas e desafinadas, aquele funk ostentação onde o cara só precisa impressionar a menina para que ela fique caidinha por ele  ou até mesmo aquele rock que nunca mais saiu da sua cabeça. Todos eles falam de amor, da sua forma. Mas todos, eu disse T-O-D-O-S narram este como o sentimento mais egoísta que surgiu desde a época de Jesus Cristo.

Eu te amo, eu sinto sua falta, eu estou com saudades, eu gosto do seu beijo, eu quero você. Eu quero, eu sinto, eu sou. Eu, eu e mais eu. Quanto egoísmo! Será que, alguma vez em nossa vã consciência sobre esse mundo mais obscuro que a galáxia próxima já, de fato, amamos de verdade? Amor de mãe não conta, porque vai além dos limites. Amor de igual mesmo. Amor de homem e mulher - ou homo, porque não? Será que já amamos de verdade ou tudo foi escrito, dito e feito para suprir nossos egos furados numa esperança de nos sentirmos bem com nós mesmos?

Quando um relacionamento acaba dói, mais dói pra caralho - se me permite dizer. É como se seu peito tivesse sido virado pelo avesso e aquela falta de ar gostosa se transforma numa maré de solidão que te sufoca. É aquele grito travado no peito e o silêncio ensurdecedor do outro. Dói, dói de verdade. Mas porque? Será que nós não somos bons o suficiente para fazermos parte da vida do outro ou, por algum momento, deixamos de pensar no nós como dois, e pensamos apenas em nós mesmos?

Eu duvido que você já tenha amado e peço desculpas pela sinceridade. Não vem com essa de que amor não acaba porque ele acaba sim. Amor é como um recém nascido, se não cuidar bem o conselho tutelar do coração bate a sua porta e arranca de você assim, sem choro nem dó. Então, afinal, o que é essa tal de amor? De todas as vezes que tentei encontrar dei com o nariz na porta, em inúmeras delas na verdade. Dizem que esse tal aparece quando se menos espera, sem avisar ou mandar recado. Então vou deixar a porta aberta, quando se sentir a vontade, meu bem, entra e me mostra o que é amar.


You Might Also Like

6 comentários

  1. Que texto peerfeito! \o/
    Me emocionei lendo, e me identifiquei muiiito!

    http://bonequinha-de-luxo01.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bonequinha, muito obrigada. Fico feliz que tenha gostado
      Seja sempre bem vinda ♥

      Excluir
  2. Parabéns pelo lindo texto. Falar sobre amor é, ao mesmo tempo, simples e complicado. Simples por que sempre ouvimos falar dele e até acreditamos fielmente já ter vivido várias experiências com esse dito cujo. Difícil porque amor é diferente para cada um, e para cada um existiram mil amores na vida.
    Um beijo enorme.

    http://vidasempretoebranco.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lary, nenhum amor é como o anterior então a gente tem mais é que aproveitar os momentos de cada um deles. Seja na dor ou no sorriso. As coisas mudam, o mundo gira e a gente ama incansavelmente!

      beeijo <3

      Excluir
  3. Taaaaayla, como você escreve perfeitamente BEM! Fiquei encantada com seus textos, por acaso você tem tumblr? '-'
    Gostei demais do jeito que se dedica ao blog, parabéns viu? Muito sucesso sempre, e eu já estou te acompanhando, claro! Beeejus lindona!

    www.doceencontro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dallyse, obrigada fico feliz que tenha gostado.
      Seja super bem vinda ao Idealiizar, sucesso para nós guria ♥

      Excluir

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.