amor

Carta ao fim - porque eu preciso te dizer adeus

10:00

Love .. .

Sempre fui firme quanto as coisas que quero e busco para minha vida, principalmente quando o assunto é relacionamento. Quero que me tire o fôlego todas as vezes que for me ver, que segure minha mão como se tivesse medo de me perder e mantenha o olhar firme nos meus olhos quando me vir acordar. Coisas simples, mas que estão ficando esquecidas ou deixadas de lado. Trocadas por meia duzia de likes e felicitações dos nossos amigos dizendo que ficamos bem juntos. 

Aprendi a lidar com perdas, mais do que o necessário. Tenho minha semana de luto onde me tranco no quarto e ouço todas as músicas que trazem lembranças dolorosas. E choro, choro até os pulmões implorarem para que eu pare de ser tonta e vá seguir minha vida. E eu sigo, por fim. Vou levantando, juntando os pedaços e reaprendendo a caminhar. Eu já tinha uma vida antes de vê-la jogada aos meus pés, o que me impede de continuar construindo-a? O que me impede aproveitar a oportunidade e mudar um pouco?

Mas fica difícil quando não dizemos adeus. Não tive a chance de segurar as lágrimas enquanto partia meu coração em dois e fingia que estava tudo bem, que iria ficar tudo bem. Não senti seu cheiro e nem te pedi para ficar mesmo sabendo que você não o faria. Como seguir sem olhar para trás e esperar pelo adeus que nunca veio?

Hoje tive vontade de te ligar, dizer que eu estava com medo do rumo que minha vida estava tomando e que vi aquele filme que havíamos combinado de ver juntos. Queria te dizer que a saudade já não cabia dentro desse corpo pequeno. Queria te pedir por mais um beijo, mais uma noite, mais um suspiro travado no peito. Inventei mil desculpas para puxar assunto, falar do seu cachorro, das suas provas finais na faculdade ou se o trabalho continuava cansativo. Tudo para que, no fim, eu pudesse te pedir para dormir abraçado comigo antes de partir de vez.

Você nunca fez questão de voltar. Acelerou o carro quando soube que aquele era nosso fim e sequer olhou para trás. Hoje eu sei que na verdade eu sempre soube, mas tentava esconder atrás dos bons momentos que tivemos. Sempre tive a fantasia de que as coisas boas sempre superam as ruins, talvez tenha sido culpa da minha infância e seus milhares de desenhos animados, mas eu realmente acreditava.

Não vou dizer que não sinto a sua falta e que daria qualquer coisa para poder te ter de novo, mesmo que pela última vez. Mas eu preciso partir, a vida não me espera e eu já passei tempo demais na janela esperando que meu príncipe montado num carro branco viesse me salvar. Você não veio e eu preciso me acostumar cada dia mais com a sua distância. Só que, antes de tudo isso, eu preciso te dizer adeus.

Mesmo que você não saiba das coisas que fiz para te ver sorrir, dos medos que escondi quando tentava te proteger do mundo e principalmente os litros de orgulho que engoli para poder seguir em frente ao seu lado eu preciso dizer adeus. Espero que você entenda que não consigo mais ser o seu sexo casual ou qualquer coisa que éramos antes de nos tornarmos o nosso tão sonhado nós. Eu simplesmente não consigo, não mais. 

Espero que você seja feliz, sozinho ou com alguém. Que vença seus medos e se dê a chance de correr atrás de novos desafios. Vá, ame, viva, seja, faça. A vida é muito curta, já te disse isso. Fume com outras pessoas, beije outros corpos e se embriague de orgulho porque já cansei de viver com essa ressaca. Que sejas feliz, meu amor. Só não me peça para voltar. Quando o ronco do motor do seu carro estiver em baixo da minha janela eu já não estarei mais ali para estender os braços e procurar nosso adeus. Porque, na verdade,  dessa vez, eu terei terminado por nós.



You Might Also Like

2 comentários

  1. Moça teus escritos invadem minha alma. Muito bom ler-te.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh meu Deus Thato, que delicia de comentário. Obrigada <3

      Excluir

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.