amor

Julieta sem Romeu - um apelo pelo "nós"

21:09

add a caption

É difícil encontrar alguém. Mas não um alguém qualquer e sim daqueles que chegue para fazer a diferença. Aqueles cuja conversa ultrapassa o limite da mesa de bar e da mensagem de bom dia depois do sexo incrível na noite passada. Difícil encontrar alguém que se importe, que não tenha medo de se envolver em abraços quentinhos e que seja verdadeiro. Porque não importa o tempo que as coisas duram e sim a veracidade com que elas acontecem.

Todo mundo já sofreu por conta de um amor. Pode não ter sido aquele amor de novela mexicana, cheio de idas e vindas, onde tudo acaba bem – ou não. Você sofreu por amor quando aquela garota na terceira série, por quem você sempre foi apaixonado, ofereceu uma bala ao seu melhor amigo. Você pode ter sofrido por amor quando aquele que você morria de amores na adolescência começou a namorar uma das meninas mas gostosas do colégio. Acontece. Ah, sempre acontece. E já aconteceu, pelo menos uma vez, para todo mundo. Então vamos seguindo assim, com medo e guardando nosso bem mais precioso a sete chaves, o sentimento.

Eu não quero ser só mais um contato na sua lista de mensagens e muito menos ser só mais uma que se preocupa contigo. Aliás, não quero de forma alguma ser só mais uma na sua vida. Se eu me basto para mim porque não posso me bastar para ti? Coisas que a vida insiste em martelar em nossas mentes assombradas pelos fantasmas do passado. Mas não quero ser só isso, não me leve a mal, eu mereço mais.

Quero poder te apresentar para meus amigos e dizer que esse é o cara que me faz feliz na cama e fora dela. Amantes já tive vários, amores mais ainda, mas alguém que completasse os dois lados da minha felicidade... bem, esperava que fosse você. Quero poder te sentir segurado minha cintura enquanto andamos e sua risada fraca no meu ouvido quente, mas não só isso. Um relacionamento, um lance, uma paixão de verão, um romance que seja completo. Chega dessas meias doses de amor barato, me embriague de uma vez ou saia da minha cama.

Me beije, me ame, me coma com os olhos, com as mãos, com o corpo. Me deixa ser sua que eu te deixo ser meu. Me leva, me aceita, me abraça, me protege, me sente, me entende. Me pegue no colo quando eu precisar. Não me complete, esse negócio de metade da laranja me tira do sério -  eu nem gosto de laranja. Não seja canalha ou o cara pra casar, seja você enquanto eu estiver sendo apenas eu. E que isso baste. 


You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.