7 de jan de 2015

Porque eu me recuso a escrever sobre você


Vintage Loser — ☾ 90s Vintage Loser Clothing // inspiration ☼ | via Tumblr


Existem poucas formas de aceitar que há algum sentimento real brotando dentro do meu peito gélido e uma delas é escrever sobre isso. Então entenda e me desculpe por isso, mas eu não posso escrever sobre você.

Eu sei que você andou pesquisando sobre mim. Os apelidos que gosto de ser chamada, as coisas que desabafo no Twitter e meus inúmeros textos redigidos numa madrugada fria de sábado. Você me pesquisou no google e entre nossos amigos, eu sei não tente negar. Minha vida é mais pública do que eu esperei um dia mas sou só uma escritora qualquer que prefere não escrever sobre você, porque ai você se tornaria real aqui dentro.

"Escreva algo para mim, adoro seus textos". Você gosta porque tem sentimento, tem parte de mim que nunca foi exposta e tem você entrelinhas. Mas entenda, não posso escrever sobre você. Não posso escrever como seu sorriso me deixa sem ar e faz meu coração parar por alguns instantes como um mini ataque cardíaco que insiste em aparecer todas as vezes que me olha nos olhos. Não posso descrever como seu beijo me cala, diferente de qualquer outro. 

Não posso, e nem consigo, explicar como é poder acordar de manhã ao teu lado. Observar seus olhos fechados e a respiração funda enquanto não desperta de um sono calmo de quem está cansado da noite passada. Como eu amo o cheiro do café quente que sai da sua cozinha e como seus lençóis já reconhecem o contorno do meu corpo, assim como minhas mãos reconhecem o contorno do seu.

Não posso escrever sobre sua última crise de ciúmes numa festa qualquer ou todas as vezes que precisávamos nos esconder do meu chefe enquanto nos agarrávamos nos corredores do escritório. Nem sobre a sua ex, atual ou futura namorada e muito menos como a possibilidade dela existir me tira completamente do sério. Não posso escrever sobre como meu coração acelera ao te ver e toda a saudade que se acumula aqui dentro durante a semana que você não aparece para sentar no computador na frente do meu.

Não posso, aliás eu simplesmente me recuso a escrever sobre você. Sobre as risadas e todos os nossos amigos questionando sobre nós. Me recuso a escrever mas por favor, não me leve a mal, tenho a vida bagunçada demais para me dar ao luxo de cair no meio da sua bagunça. Resolva-se, encontre-se e me ligue quando o fizer. Porque agora eu não posso escrever sobre você para que você não se torne real. A dor de ver alguém saindo pela porta da frente é bem menor do que ter a realidade martelando-me a cabeça.

Não posso escrever sobre você porque você não pode ser real. 




2 comentários:

  1. Ai que texto interessante, você escreve de um jeito que nos faz entrar na história.
    Curti muito!

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh linda, muito obrigada

      Seja super bem vinda ao Idealiizar ♥

      Excluir

Comentários