amor

Carta aberta para meu eu passado - sorria, menina!

11:40

Instagram @sterss
 
Quem não queria poder inconporar o McFly as avessas e viajar até seu próprio passado afim de lhe dar alguns conselhos que, possivelmente, tornariam sua vida mais fácil e menos preocupante? Vou confessar uma coisa: eu adoraria. Embora tenha certeza de que aprendemos com nossos erros não custaria nada dar uma aliviadinha nas nossas angústias, né? Afinal, o que seríamos nós sem aprendermos na marra como é ser feliz? Mas mesmo assim, esses são alguns dos conselhos que eu me daria se pudesse viajar dez anos no tempo.
 
 
"As coisas acontecem, não adianta ficar de mimimi" -  você acredita muito em destino menina, pare com isso. Pare, levante todos os dias e descubra onde quer chegar. Não chore pelo leite derramado ou pela vaca que não dá leite. As coisas acontecem, você querendo ou não, mas todo mundo tem uma chance de mudar. Basta abrir os olhos e saber qual é seu lugar do mundo, onde quer chegar e começar a traçar o caminho a ser percorrido.
 
 
"Suas opiniões vão mudar, mais do que você imagina" - Tá, eu sei que você se amarra num cabeludo estiloso, um rock'n roll cujo solo da guitarra te dá arrepios na espinha e a dor no pescoço depois de um show da sua banda preferida. Não se assuste, você ainda vai gostar bastante. Mas as coisas mudam, e muito. Você vai aprender que nem tudo é o que parece. As pessoas vão e vem, cabe você decidir se quer ou não mantê-las dentro de si, ocupando espaço. Espaço esse que poderia ser ocupado por alguém que vale a pena. As coisas mudam, de tal forma, que, daqui dez anos, você vai se olhar no espelho e sentir orgulho da mulher é que simplesmente por ter sido a menina que foi. Então guria, não se preocupe.
 
 
"Uma lágrima hoje para dois sorrisos amanhã" - Você vai chorar e muito. Vai dizer a Deus e o mundo que é incompreendida, que ver o amor da sua vida partindo (pela décima vez) dói pra caralho e que o mundo é um lugar horrível. Agora deixa eu te contar: o amor da sua vida é você mesmo e, depois de tanto apanhar, tu vai descobrir que o cara ao seu lado não te completa e sim de acompanha. Você vai continuar sendo incompreendida, desculpa é verdade, mas vai aprender a se aproveitar disso para questionar o mundo. O mundo é um lugar horrível e sempre será se você fizer dele assim então menina aprenda a criar seu mundo.
 
 
"Você vai aprender mais fora da escola do que babando na carteira" - Uma verdade absoluta. Não adianta tu querer ser a melhor pessoa, a mais bonita, a mais inteligente, a com mais estilo ou a mais popular porque, num futuro próximo, isso não vai fazer a menor importância. O mundo vai te ensinar coisas que professor algum é capaz (mas isso não é motivo para dormir nas aulas de física, se liga ai que te vejo carregando uma dependência no histórico escolar). Você vai conhecer coisas, pessoas e culturas completamente diferente daquilo que você vive e vai gostar disso pra caralho. Não adianta nada querer decorar a tabela periódica menina, depois dos vinte você nem vai lembrar mais de quem leu Robson Crusoé na cama.

 
"Se apegue e desapegue" - Se apegue as pessoas, elas tem muito a lhe ensinar. Desapegue do medo, ele tem muito a te segurar. Ame como se fosse a última vez, como se nunca tivesse passado noites em claro escrevendo coisas que ninguém se importa (ah um dia elas vão se importar, relaxa!). Beije todas as vezes como se fosse a primeira vez, aliás beije muito. Coloque o receio de amar, de viver e de conhecer as diferenças do mundo dentro do bolso de trás do jeans velho que você tanto gosta até que ele seja finalmente jogado na lixeira. Viva, guria, viva muito.
 
Viva e não se arrependa de nada que fez ou fará. Aprenda com os erros, brinde as alegrias e sorria. Sorria muito, um dia vai aparecer alguém para dizer o quanto ama o seu sorriso. Mas, pra dizer a verdade, viva do jeito que você quiser. Suas dores lhe trarão novos amores e te tornarão a mulher que somos hoje.
 

 
Esse texto foi inspirado num projeto da Marie Clarie (link aqui). Veja o vídeo, escreva sua carta, inspire o mundo e manda pra gente. Vamos adorar ler os seus conselhos e, quem sabe no futuro, não mandandos o McFly de volta?

You Might Also Like

6 comentários

  1. Muito bom esse post.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Que texto maravilhoso, adorei, e claro, só aprendemos com os erros, mas nunca custava nada dar apenas um toque, não é mesmo? Hehe
    http://vivendovento.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Cams, nada nessa vida vale mais de aprendizado quanto nossos erros =D

      Beijos ♥

      Excluir
  3. Barbara Noivinha20 de maio de 2015 18:41

    Caralhooooo!!!! ♥♡♥♡♥...Ameiiiii!
    Falou tudo! Parabéns!

    ResponderExcluir

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.