amor

Geração frigideira – quem disse que precisamos de uma tampa?

12:39

.
Os romancistas e adeptos ao clichê que me desculpem mas, se esse papo de que toda panela tem sua tampa fosse realmente verdade, eu sem dúvida alguma, seria um frigideira. Mas não só uma frigideira qualquer mas daquelas que já rodou pra caralho – com o perdão da palavra. Aquele tipo de frigideira que passa de geração em geração com a aquela história de Sergio Reis de que panela velha é quem faz comida boa. Comida eu já fiz e muita, mas essa história de tampa nunca me convenceu de nada.
Metade da laranja, tampa da frigideira, um pé descalço para nossos chinelos quentes e um cantinho para juntar as escovas de dentes. Clichê tem de monte, minha vó vive dizendo essas coisas e me obrigando a preparar um enxoval porque “já passei da idade”. Mas, até que ponto posso me colocar à disposição do outro quando eu mesma não estou à disposição quando preciso de mim?

Deixamos de ser a geração da rapidinha, no relacionamento é claro. Rapidinhas na cama, no chuveiro, no carro, no banheiro da sogra e de baixo da mesa são sempre bem vindas. Mas, te pergunto, porque a pressa? A vida é muito curta para se dispor para alguém sem poder se ter para si.

Posso parecer bem moderna quando convém mas sou extremamente adepta a velha guarda. Já dizia meu pai “as vezes você tem a mente do seu avô”. Gosto de Fusca antigo, quero casar de véu e grinalda e ver meus dois filhos correndo com meu cachorro e o Luan Santana cantando de fundo enquanto estendo a roupa no quintal de casa e espero meu marido voltar do trabalho. Isso porque estarei de férias e terei manchado a toalha inteira de tinta roxa para cabelo.
Mas para que pressa? Existem tantas coisas a se descobrir, tantos caminhos para se tomar e inúmeros erros para se cometer. Tem um mundo inteiro lá fora para conhecer, tantas pessoas para se aconchegar quando a carência bater e vários porres para tomar antes de solicitar ao banco uma conta conjunta. Afinal, de que adianta viver a dois sem ter ao menos aprendido a viver consigo mesmo? Deve ser horrível viver de rotina.

Sou uma frigideira, sem tampa e cheia de buracos que precisa ser remendada as vezes. Se essa coisa toda de metade da laranja existisse a minha com certeza estaria sendo chupada por outra pessoa.  

Não precisamos de metades para nos descobrir, já nascemos inteiros. Se vier que seja para agregar e não para completar. Muito menos para substituir. Vamos viver sozinhos, a dois, aos montes, de monte. 

E se houverem outras frigideiras perdidas por aí é só chegar, vamos fazer um panelaço.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Parabéns pelo texto, está ótimo. Toda essa "mitologia" sobre encontrar a pessoa perfeita e casar ainda nova é algo que a sociedade deveria deixar pra lá. Quero dizer, quem quer casar cedo, fique a vontade. Mas quem não quer não deveria se sentir oprimido pela escolha. Seu texto traduziu tudo isso de forma simples e direta, parabéns outra vez, rs.
    Beijooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda obrigada pelo comentário linda. Fico hiper feliz que tenha gostado.
      É realmente isso, né? Que tenhamos o direito da escolha. E se não rolar como manda os bons costumes jutaremos nossas panelas e provaremos que a vida é boa de qualquer jeito.

      <3

      Excluir

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.