amor

Um tiro no peito - eu te superei

11:29

Party ♡

Eu te superei. Eu superei tanto que preciso escrever um texto inteiro, colocar na formatação certa, publicar no meu site e sair divulgando para que outras pessoas que também superarm - a ti ou qualquer outro - possam se identificar com a nossa história. Mas cara, já sou adulta o suficiente para conseguir te superar. Com todo meu jeito durona de enfrentar a vida, colocar pregos em paredes lisas e depilação a cada quinze dias. Eu sou forte, eu consegui te superar. Mas deixa eu te contar uma coisa? Tá bem difícil te esquecer.
 
Eu te superei quando abri minha última garrafa de vodka no domingo de carnaval. Até porque, meu, é carnaval, por favor supere! Vi minha felicidade aumentando cada vez que a tampa girava no sentido anti horário. Tá aí, minha superação diária. Não vou mentir, eu realmente te superei. Sequer lembrei um pouquinho do seu sorriso torto e de como meu coração acelera só de pensar nele. Cada dose, cada gole que queimava minha garganta por inteira, eu tinha completa certeza de que havia te superado. Claro, tudo isso até a garrafa acabar e eu perceber que havia uma foto sua ali, naquele fundo tão vazio quanto meu peito.
 
Eu consegui te superar quando me perguntaram de você, dia desses, e ao invés de sair correndo para o banheiro mais próximo numa tentativa inútil de salvar meu rímel caro da destruição eu apenas engoli um conjunto de saliva-choro-catarro e disse que não sabia. E ainda culpei minha maldita crise alérgica por essa demonstração pública e gratuíta de falta de superação. Mas relaxa, eu já superei.
 
Deixa eu aproveitar que estou aqui e te contar que meu café hoje ficou amargo. Dizem que a paixão adoça a vida, o café e a nossa cota de diabétes diária, mas hoje não. Hoje meu café ficou amargo, meu arroz tem sal na medida certa e todos aqueles quês de vó que insistimos em fazer rotina quando o assunto é amor. Pois é garoto, acho que finalmente te superei.
 
Eu te superei quando finalmente consegui ligar para aquele cara que, por mais canalha que fosse, sempre disse que o lado esquerdo da sua cama seria meu se eu quisesse. E eu quis, sabe? Por uma, ou oito, vezes. E todas as vezes que eu me levantava dali, com os cabelos desgrenhados, e uma puta ressaca moral para dar com pau, eu sequer pensava que aquele tanquilo que jazia do outro lado do cômodo não era seu. Não eram suas cuecas, suas calças, seu cinto que morria no chão aos meus pés. Não era sua conchinha, seu jeito meio de me abraçar para dormir ou sua pele de mármore que eu adorava passar as unhas.
 
Mas eu te superei, sabe. Um pouquinho a cada dia. Quando esqueci de te ligar no seu aniversário, quando vi sua nova pseudo namorada mais gostosa que eu ou na semana passada que fumei aquele cigarro que nós tanto gostávamos. Quando fui à minha casa da praia, onde tívemos nossa última noite juntos. Eu te superei quando não te liguei bêbada na última balada que fui com minhas amigas e o DJ insistia em tocar a nossa música.
 
Meu café sempre foi amargo, e você dizia que combinava com seu cigarro amassado. Aquele cara me ligou hoje, mas finalmente descobri que ele não é você. Você me ligou para cobrar felicitações de aniversário mesmo que eu tenha passado o dia todo pensando em você. Estraguei meu rímel caríssimo quando ascendi aquele nosso maço na noite passada, quando vi sua nova namorada gostosa. E só não te liguei na última sexta feira porque meu celular estava sem bateria.
 
Eu consigo dizer que te superei, todos os dias. Mas, deixa eu te contar garoto, a saudade tá bem grande aqui dentro.
 

You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.