amor

Não sei se é saudade de você

11:20

 Love

Ou de tudo aquilo que me fazia sentir.

Não sei se é falta tua, do teu cheiro no meu cobertor pela manhã ou se minha preocupação em qual dia da semana eu poderia te encontrar. Não sei se sinto falta do seu beijo ou de como ele conseguia me tirar do sério, me levar de zero a cem, em apenas três segundos. Ou se é falta do seu abraço e do seu sorriso.

Não sei se é saudade das bobagens que você me dizia ou do frio na barriga toda vez que meu celular gritava seu nome. Se é falta do que eu sentia quando estava com você ou dos sentimentos que guardei, e outrora perdi, com medo de te assustar. Não sei se é saudade tua ou de todos os momentos que me peguei rindo sozinha, lembrando de algo que você disse. Se é saudade do seu colo em noites frias ou do meu ciúmes, que me enchia os olhos d'água, quando você provocava.

Não sei se eu sinto a sua falta ou sinto falta de todos os nossos domingos juntos. Se é o jeito que me tirava as minhas roupas com facilidade ou ria de mim quando dizia que meu frio havia passado. Não sei se é saudade tua ou do jeito que me comia com os olhos quando estava em cima de mim. Se é falta de te ter por perto as vezes, de conversar sobre nada, rir sobre tudo ou só ter um lugar quente para me aconchegar de vez em quando.

Não, definitivamente não é isso.

Talvez tenha sido um erro colocar os burros na frente da carroça e esperar que eles nos puxassem para o futuro que eu queria. Que eu esperava. Não sei se é saudade tua ou do frio da barriga quando eu pegava o ônibus para ir te encontrar. Não sei se que falta de você ou acumulo de lembranças boas que você me deu. Se foram as sessões de cinema ou as desculpas para assistir um filme que sempre terminavam com nossos corpos colados e a respiração ofegante.

Eu não tenho medo da entrega, tenho medo de não me recuperar de volta.

Inteira.

Não sei se é saudade tua ou a falta de um porre - ou dois. Se é saudade de você, por inteiro, ou só das partes que me faziam bem. Aquelas que guardei. Se é falta tua ou excesso de mim que eu queria ter deixado aí. Se é saudade de você ou dos conselhos que a gente trocava. Se as coisas simplesmente acontecem ou se forçamos a barra demais.

Eu só sei que tô com saudade.

Não importa do quê.

Só que é de você, moreno.

You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.