filme

Filme: Coraline e o Mundo Secreto

11:11


love | via Facebook


Sabe aquelas animações que você vê e pensa “isso definitivamente não é infantil”? Bem, “Coraline e o Mundo secreto” é um deles. Algumas pessoas descrevem-na como sombria ou assustadora demais, não achei tão pesado assim, e olha que sou medrosa para terror, mas ainda assim não indicaria para crianças, é aquela típica animação feita para adultos.

A obra adaptada do autor Neil Gaiman conta a história de Coraline, uma garotinha triste e bem emburrada por sinal, que acaba de se mudar com a família para um vilarejo diferente e com vizinhos bem peculiares.


Coraline e seus pais não estão em uma boa fase e brigam muito, principalmente por seus pais trabalharem bastante e não lhe darem a devida atenção no início do longa. Após uma dessas brigas a garota encontra uma portinha em sua casa que a liga em um mundo mágico, uma realidade alternativa de sua própria vida e com os mesmos personagens, porém onde todos são melhores e mais felizes, e onde seus pais são da forma que sempre sonhou.

Mas como nada é perfeito, Coraline descobre coisas ruins nesse novo mundo que visita frequentemente, e se vê perseguida por uma criatura sobrenatural que deseja prende-la para sempre.


A história vai muito além disso, vale muito a pena, mas como sempre gosto de ressaltar, não vamos estragar as surpresas.


Sou grande fã de animações que não remetam apenas a infantilidade como “O fantástico Sr. Raposo” do diretor Wes Anderson, uma das minhas animações favoritas. Ou que apesar de direcionadas para o público infantil, sirvam para ambas as idades decorrente de produções boas e inteligentes que sempre apresentam algo a mais como as maravilhosas produções da Pixar, que praticamente possui todos os seus filmes na minha lista de animações favoritas, por conta de toda a fofura e genialidade envolvida em suas produções.

O que adorei no filme “Coraline” é como a história é tão bem elaborada e cheia de reviravoltas que nem parece uma animação, parece mais um filme live-action com várias evoluções mirabolantes. A sequência em que a garota precisa salvar os pais é de tirar o fôlego.


A fotografia é super gostosa de admirar e a direção de arte é de encher os olhos. Toda a parte visual, os cenários, objetos e roupas dos personagens são tão deslumbrantes, aquela coisa tão bonitinha que você tem vontade de pegar. Foram as coisas que mais me conquistaram, dá vontade de parar o filme o tempo todo só para ficar observando as cenas e os objetos.


O filme também nos traz aquelas lições de dar valor enquanto ainda temos, e que devemos parar de reclamar que nossas vidas não são boas o bastante, nem sempre o que imaginamos ser o melhor para nós, realmente será o melhor.



Arrepiante, aquela animação que como já disse não indicaria a crianças, principalmente as mais novas por causa da atmosfera, mas que ao mesmo tempo é assustadoramente adorável. 


You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.