12 de jun de 2015

Mais um dia dos namorados - que tal você se bastar?

travel girl | Tumblr

Todo mundo quer e não adianta negar. Um par de coxas para esquentar os pés gelados, filme com pipoca num sábado a noite e esquecer que antes elas eram feitas para se perder por aí. Todo mundo quer se perder, dentro de uma pessoa só. A gente quer  o sexo com pegada durante a madrugada, na cama, no chuveiro, numa casinha de sapê, mas também queremos o carinho do outro dia. Viver sem ter que esperar que o outro fique por obrigação e apenas porque se sente confortável ocupando o lado esquerdo da nossa cama de solteiro por um domingo inteiro. Todo mundo quer, mas aí?

A vida não deve girar apenas em torno disso, há muito mais coisas envolvidas. Você precisa estar pronto para se dar ao outro sem medo de ter que se recolher de volta. E sabe do que mais? É preciso dar a sorte de que o outro tenha a mesma vontade de se doar. E quando isso não acontece? Boates amontoadas de pessoas vazias e embriagadas, amigos que estão ali para te consolar a qualquer momento e aquele ex que não sai da sua agenda. Acontece, sempre acontece.

Mas o fato é que você precisa aprender a lidar com isso. Aprender a se amar em sua própria companhia. Pés gelados? Coloca duas meias. Filme num sábado a noite? Faz pipoca e liga a TV sem se importar com a falta de companhia. Isso não é coisa de mau amado, mau comido. Você só precisa se bastar, para você mesmo, antes de poder se dividir em dois e deixar um pedacinho seu na cama do outro pela manhã.

Dia dos Namorados é uma data que todo solteiro sofre, dizem. Ou pelo menos uma grande maioria. São fotos de festas, rodeado de amigos e sorrisos que traduzem nossa falsa felicidade. Aquela necessidade em mostrar que está bem consigo e com o mundo. Mas é como fugir da dieta numa quarta feira, num happy hour depois do expediente, onde o único enganado de tudo isso é você mesmo.

Se as pessoas estão se amando nas redes sociais, ótimo. Se é de fato tudo verdade, ou se é mais aquele ex que não sai da sua caixa de mensagens dizendo que tá com saudade e ao mesmo tempo fingindo que ama a nova namorada, ótimo também. Você não precisa de nada disso. 

Você só precisa de você e daqueles que te querem bem. 

Que tal aproveitar esse dia para se acabar naquela série preferida que ninguém entende o porque de você gostar tanto? Que tal juntar as amigas e rir até a barriga doer? Esquecer que existe Facebook e desligar o pacote de dados do celular para "não cair em tentação". Por favor, livrai-nos do mal. Do ex mal.

Lembrar, sempre, que um pé na bunda só te leva para frente. Que o próximo vai te amar mais do que o anterior, e o contrário também. Que as coisas vão se acertar conforme o tempo tiver chance de curar. Quando você se der a chance de esquecer. As pessoas vem e vão, aprenda a dar valor àquelas que ficaram. Agradeça as que partiram e levaram consigo um pouquinho de você. Você aprendeu a se regenerar. Você, depois de tanto vai e vem na catraca da sua vida, se transformou numa nova pessoa. 

É só uma data.

É só mais um dia do ano.

Não se crucifique por estar "só".

Você nunca estará sozinho se sua companhia te bastar.

Então vai. Se baste!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários