cinema

Filme: Sobre meninos e lobos

10:47


🎬

Uma única e às vezes rápida decisão pode afetar toda a sua vida? Essa é uma das grandes indagações existentes nesse excelente thriller de Clint Eastwood.

Temos três personagens centrais, Jimmy Markum (Sean Penn), Dave Boyle (Tim Robbins) e o detetive Sean Devine (Kevin Bacon) que eram amigos quando criança, mas se distanciaram após uma tragédia que envolveu o sequestro de um deles. O destino dos três se cruza novamente anos depois após o assassinato da filha de Jimmy, quando Sean assume o caso.


Que filme fantástico, tenso e angustiante. Ao longo de mais de duas horas de longa você não se vê cansado ou entediado. Ao contrário, 1 hora parecem apenas minutos, o espectador se sente quase na obrigação de terminar o filme, realmente não dá vontade de parar.

A direção é maravilhosa, leva o filme de forma muito “natural”, naquela condução realista e tensa que deixa clara e gostosa a dissertação acerca de escolhas, consequências e decisões, e como apenas uma delas pode determinar tudo. Roteiro ágil, com grandes diálogos que não se tornam cansativos, ao contrário memoráveis, e que te deixam pensativo e completamente vidrado.

A fotografia também auxilia muito, serve como personagem de certa forma, às vezes acinzentada, linda e realista, como se o mundo estivesse sempre triste ou melancólico, assim como em “Zodíaco” ou “Os suspeitos”, fazendo-o acreditar que aquilo na tela não é apenas ficção, poderia ou pode estar ocorrendo em qualquer lugar e a qualquer momento.


Como já comentei antes, a tensão é um dos melhores pontos no filme, é o que te faz ir até o fim sem interrupções. Você assiste todo o filme com aquela impressão, aquele sentimento “vai dar merda”, “vai acontecer alguma coisa”. Isso é sensacional, amo filmes assim, que te deixem apreensivos de tal forma que não se pode parar de ver, como se sua vida dependesse disso.


As atuações são perfeitas, Sean Penn e Tim Robbins sempre foram sensacionais no cinema, mas nesse filme conseguiram estar um patamar acima, que interpretações estonteantes. Sean Penn em seus momentos mais sombrios ou de histeria ao descobrir a morte da filha desdobra qualquer espectador, até mesmo os de corações mais duros. E Tim impressiona, como um Dave triste, traumatizado e confuso. Na verdade os todos personagens são de certa forma confusos, isso fica explícito na interpretação de todos os atores.

Kevin bacon também está excelente. Um de seus papéis que mais gostei de apreciar, apesar de ótimo ator, geralmente há algo caricato em seus personagens, geralmente eu o enxergo como vilão, provavelmente culpa das dezenas de filmes que assisti em que ele era vilão ou no mínimo um anti-herói. Mas aqui isso não ocorre, ele convence muito como o detetive Devine e aspira confiança no personagem.


Um daqueles filmes que você se arrepende por ter demorado demais para ver, comigo foi assim, demorei muito já que faz mais de uma década que o filme foi lançado, mas valeu muito à pena, apesar de haver algumas pequenas falhas, não é nada significativo a ponto de comprometer o filme de verdade.

Aquele típico filme que você não tira da cabeça durante uma semana, que possui aquele clima tenso e angustiante muito cativante e que no fim ainda te deixa com várias dúvidas e reflexões. Você não conseguirá simplesmente terminar e ver algo em seguida, você necessitará procurar algo a mais, dissertar, raciocinar e quem sabe até ver de novo.


You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.