dica

Filme: Stardust - O mistério da estrela

11:47

Untitled


Sabe aquele filme que você nunca tinha ouvido falar, e que por isso não esperava muito, mas acabou se tornando uma ótima surpresa? Bem, “Stardust: O mistério da estrela” é exatamente esse filme.


Lançado em 2007, o filme não é mais novidade, esbarrei com ele enquanto fuçava a filmografia do Charlie Cox (Demolidor), mas que por algum motivo me chamou atenção.

Stardust é um tipo de conto de fadas com um humor diferente, não chega a ser humor negro porque a leveza e a fofura permeiam a obra, mas possui uma graça a mais. Ocupa aquela posição entre a ironia no ponto certo e o pastelão, não no sentido ruim, mas aquele tipo de comedia que você ri despreocupado e espontaneamente sem a apelação ao besteirol. E que também não possui “comédia em si”, mas um ar cômico reconfortante, filmes “a lá sessão da tarde” sabe? Mas a antiga e boa “Sessão da tarde”, não filmes como “Minha babá é uma vampira” ok?


Uma enorme surpresa também foi descobrir que o filme se trata de uma adaptação da obra homônima de Neil Gaiman (o mesmo de Coraline) e dirigido por ninguém mais ninguém menos que Matthew Vaugh (Kick-ass e Kingsman), uma surpresa maravilhosa por sinal.

O filme conta a história de Tristan Thorne (Charlie Cox) que mora em “Wall” na Inglaterra, um vilarejo que fica exatamente ao lado de um lugar cheio magia, aventura e bruxas. O nome é “Wall” por conta do extenso muro em volta do lugar que proíbe os seres místicos de saíram de seu mundo. Apaixonado pela bela Victoria (Sienna Miller), Tristan promete a amada que buscará a estrela cadente que caiu do outro lado do muro como uma demonstração de amor, se em troca ela aceitar se casar com ele.


Trato feito Tristan sai em busca de sua estrela, porém o que ele não esperava era a estrela não se tratar apenas de uma pedra ou artefato precioso, mas sim de uma garota (Claire Danes) que a bruxa Lamia (Michelle Pfeiffer) e as irmãs estão determinadas a capturar para obter seu coração (sim, da forma literal rs). Daí para frente Tristan se envolve cada vez mais em problemas difíceis de livrar e claro divertidíssimos de assistir.


O destino dos dois também se choca com 2 irmãos que brigam pelo trono do reino, este plot em especial rende ótimas risadas, principalmente porque na família há a “tradição” de matar os irmãos para ficar com o trono. Meio mórbido sim, mas completamente hilário, é um irmão pior que o outro.


A trama também é recheada de romance, muito bem construído por sinal, e SUPER gostoso de acompanhar. Um pouco previsível talvez, mas não deixa de ser bom.


O elenco é maravilhoso, eu não fazia idéia de que haviam tantos atores bons e prestigiados no filme antes de vê-lo. Temos Michelle Pfeiffer em uma ótima performance como a bruxa Lamia (que conto de fadas não tem uma boa bruxa, não é mesmo?), Charlie Cox como o protagonista Tristan, a maravilhosa Claire Danes (Homeland), Robert De Niro em um personagem sensacional com um segredo melhor ainda, Mark Strong (Kick-ass) e Sienna Miller em uma personagem que me soou bem irritante, mas pelo menos sua participação é pequena. E uma ponta de Ben Barnes no início, entre outros ótimos atores.


O carisma, sem dizer a química dos personagens, assim como dos atores, é enorme. Principalmente se tratando de Charlie e Claire o que torna tudo muito mais gostoso de assistir.


Parece bobinho, mas não é, e não só por ser agradável, mas porque naquele mundo tudo parece plausível, palpável e estimulante e você fica louco para ver qual será o próximo passo dos personagens.

O filme é cheio de reviravoltas, e apesar de o fim não ser “nooossa, não esperava nada disso” agrada bastante, e você não se cansa, quer ver até o final e quando acaba ainda fica aquele gostinho de “quero mais”.


Um filme despretensioso, fofo, engraçado, leve e extremamente doce que agrada qualquer um não importando o gênero favorito, acredite em mim, é quase impossível não se divertir assistindo esse filme.



You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.