contos e crônicas

Eu posso ser quem eu quiser

10:28


fαвυℓσυѕ αи


Eu não tenho medo.

Ou receio.

Eu ando na rua da forma que eu bem entender. Uso shorts, mostro o corpo, mudo o cabelo e ninguém diz que outra pessoa teve algo a ver com essa mudança. Eu quis mudar e fim. Eu posso sair de casa a hora que eu quiser e nem sequer pensar em ter hora para voltar. Eu posso andar só pelas calçadas da cidade independente do horário. Eu posso sair com quantas pessoas eu quiser, transar com todas elas, não ligar no dia seguinte e ainda assim não ter um julgamento de outras pessoas por isso.

Eu tenho o direto de ir e vir. Da indecisão e de não estar bem para iniciar um relacionamento agora, vamos só curtir. Eu posso te levar para casa, transar com você no banheiro, exigir café da manhã e dizer lá no escritório que te fiz gozar várias vezes. Posso contar minhas experiências sexuais para qualquer um. Até porque quanto mais, melhor.

Eu tenho pelo menos quatro relacionamentos fixos, ou foda fixa como preferir, mas não pretendo levar nenhum deles adiante. Eu prezo pela liberdade. Do meu corpo. Dos meus pensamentos. Dos meus relacionamentos. Do meu sexo. Do meu prazer. Da minha cerveja na sexta feira.

Eu fiz um aborto, mas ninguém me julgou por isso. Pelo contrário, se não tivesse o feito diriam que é complicado mesmo para alguém na minha situação cuidar de um filho sem ter uma companhia para dividir as costas quando o peso chegar. Eu assediei sexualmente, pelo menos, metade do escritório. Mas, no fim do dia, disse apenas que estavam me provocando e que tudo não passava de uma brincadeira.

Eu sai de casa hoje com mais da metade do meu corpo a mostra - qual é, está quase 30 graus em São Paulo. Eu não preciso me preocupar com esfregação no metrô ou mãos que me agarram na pista da boate como se eu fosse o último pedaço de carne do açougue ou a última cerveja gelada num domingo de Sol. Eles não ligam para minha profissão. Eles não ligam para meu jeito de falar ou do meu arroto que as vezes ultrapassa os limites. 

Eu posso ser quem eu quiser.

Eu posso sair com quem eu quiser.

Eu posso vestir o que eu quiser.

Eu sou um homem.




You Might Also Like

2 comentários

  1. NOOOOOOOSSA, QUE TEXTO MARAVILHOSO! ONDE CLICA PRA CURTIR MIL VEZES?
    No começo achei o texto bem estranho, mas depois que fui começar a entender o sarcasmo. E, NOSSA, PARABÉNS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que delícia de comentário Lau. Obrigada <3

      Excluir

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.