27 de ago de 2015

O amor é livre


Livre! 

Se você prende um pouquinho ele sempre dá um jeito de escapar. "Calma aí cara, me deixa respirar. Mais tarde eu volto para a gente conversar". Como um gato preso num apartamento pequeno, um poema preso na ponta de uma caneta ou uma música que nunca foi cantada. Se você não prende estes, porque prender um amor?

Talvez você não tenha notado mas ele está ali. Ele faz parte das pequenas coisas e caminha livre pela cama enquanto dois corpos estão entrelaçados. Ele está ali numa roda de amigos, numa cerveja gelada e num sorriso.

Mas porque você não me chamou para sair na semana passada? Porque não colocou relacionamento sério nas redes sociais? Porque vocês não me convidaram para aquela festa? Carnaval tá fechado? Acho que esqueceram do meu convite. 

É tanta necessidade de querer por perto que as vezes nos esquecemos que todos precisamos de um tempo.

Calma, ele não vai terminar com você. Ela não vai te trair com seu melhor amigo. Seus amigos não vão se afastar. Calma, respira, não pira. 

O amor não pergunta o porquê, ele responde.

Ele está ali, onde você menos imagina. Foge de anéis caros e restaurantes sofisticados. Ele está ali, no beijo pela manhã, no jantar a dois na sala de estar, na última sessão do cinema e nos cinco minutinhos a mais que vocês esquecem do mundo para ficarem juntos. Ele está no olhar, num sorriso ou um simples abraço. Ele está ali, mas ele é livre.

Assim como eu, você e o cara da padaria. Somos todos livres!

Somos livres para aprendermos que o amor também é.

Somos livres para darmos a chance, e a sorte, do outro compartilhar conosco a nossa liberdade.

O amor é livre.




2 comentários:

  1. Cara, que lindoooooooooooooooooooooooooooooooo <3
    Metade do mundo devia ler esse texto!!

    http://www.1001julietas.com/ ♥

    ResponderExcluir

Comentários