amor

Nesse momento, eu sou você

13:56

Untitled

Neste momento eu sou você, independente da sua religião, cor, estrutura, peso e profissão. Você pode me dar um nome, se preferir, ou então, pode me chamar de consciência, bom-senso e estima, que são os mais comuns.

Você, que rói a unha há anos, mas sempre promete parar. Você que pagou o ano inteira da academia e só apareceu por lá umas cinco vezes. Você que só consegue pintar a unha do pé de cor clarinha. Você que tem que vestir terno e gravata nesse nosso calor infernal.

Teoricamente, eu não poderia ser todos, já que, neste momento, você que está com vontade de Mc Donalds se perguntando por que seu namorado sempre dorme na primeira parte do filme, mas depois sempre acorda disposto há (você sabe o que); não pode ser comparada a você que está deitada com a TV ligada num canal aleatório, ouvindo Mallu Magalhães que se mistura ao som da TV e ao do celular vibrando as 130 mensagens do seu grupo com as amigas no WhatsApp.

Mas nesse caso, se eu posso ser ambos, sei também que você que está no bar sozinho com mais três casais não está contente com seu estado civil, mas que você que está enfiando à loira mais gostosa da balada no carro, está com o seu.

O caso, neste, é que sendo você posso dizer que existe um lado seu que só eu conheço, ou que só eu tive coragem de reconhecer. Esse, de quando alguém pergunta sua melhor história, sua comida favorita, a melhor musica do Pearl Jam e você não sabe responder. Só eu - que neste caso, sou você - sei que é por que você não sabe escolher entre as melhores coisas do mundo, de fato.

Enquanto isso, ou enquanto você se pergunta por que não nasceu com a genética da Megan Fox, eu te entendendo, e chega a ser engraçado daqui, viu? Sua unanimidade é que te transforma na pessoa que as pessoas que você admira te admirarem de volta. É engraçado porque você se tortura pela suas maiores qualidades; “especifica demais”, “diferente demais” “ah, ouço mais de mpb do que de sertanejo, mas tenho algumas musiquinhas do jorge e mateus aqui, óh”.

Eu sei, eu sei, eu estava lá quando o cara gato passou direito e reto por você e foi direto e reto na loira peituda, mas, eu também sou ela, e acredite, ele vai se arrepender assim que descobrir que ela adora EsCrver áAssim nóóh facebook e que não sabe a diferente entre mais e mas. Claro, não que ela seja tão ruim, mas eu também sou ele, e sei que ele é mais do tipo que gostaria de alguém você. Só estou tentando dizer que nem sempre a culpa é sua. 

Eu adoraria poder te dar um sopro no coração toda vez que você olha alguém e acha que "é aquele" e não é, ou quando você diz esse "não é", e seria! Daí você se engana de novo, e eu não posso fazer nada. Digamos que aqui também vivamos em cargos perfeitamente distribuídos, e eu estou muito abaixo do destino. Esse sim é um porre… Que tipo maléfico de magia faz alguém cruzar a sua vida igual a um trem desgovernado, deixar rastros pra você seguir e te levar direto e reto pro desastre? 

O destino!

Mas acredite você, ou não, é o jeito peculiar dele de fazer com você aprenda.

Voltando a você, que no caso, sou eu também.

Não se permita diminuir seu nível de procura, nem admita que você aceite condições precárias por preços caríssimos só pra sarar a síndrome do me-sinto-sozinha. Um dia todo mundo acerta, você vai reparar quando o cara que você olhar também te perceber, ver que você está lendo Clarice Lispector e te sorrir admirado.

Só vim te dizer, no fim de toda essa baboseira, que de fora as coisas não são tão abomináveis. Admire-se por conseguir acordar as sete de bom humor, ou por conseguir ajudar todo mundo (mesmo que não consiga a si mesmo). Admire-se por comprar suas ideias e apostar nos seus sonhos. Admire-se por seguir a carreira que você ama não a que te dará dinheiro. Admire-se por ser você, por que neste momento, eu também sou, e vou te dizer: Me sinto incrível!


You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.