4 de nov de 2015

O amor está em toda parte

Imagem de ice cream, couple, and boy

Quase 40 graus em São Paulo, na sombra, com a sensação térmica que o capeta tinha ao abrir as portas do inferno pra checar se estava tudo em ordem por ali.

Sábado a tarde, sem coragem de respirar que seja, abri o congelador e para minha decepção já não tinha mais sorvete de macadâmia. Droga! Eu odeio colegas de apartamento. Que me abusem  enquanto durmo mas não coloquem a mão na minha comida.

Fui até o mercado, prateleira de cima, quatro potes, acho que dá.

Na fila do caixa tive a melhor conversa de toda a minha vida. Ela tinha cabelos claros e rosto nada assimétricos. Pouco mais de um metro e meio, vestido solto em volta de cintura e uma grande pilha de açaí sendo empurrado num carrinho meio manco.

"Moça, cê quer casar comigo?". Claro que não fui tão direto desse jeito mas a fila estava enorme o suficiente para termos dois filhos e programamos férias para a Disney, ali mesmo. Ela falava de astronomia, filosofia e fotografia. Ela também falava sobre celebridades e Jornal da Record. Resumindo, ela falava sobre tudo.

Meu sorvete já havia derretido, minha perna direita estava cansada de ser trocada pela esquerda ocasionalmente, e vice versa. Meus dedos estavam sendo rasgados pela cestinha cabresta que o atendente tinha me dado quanto entrei. Mas naquele momento eu pouco me importava pra isso.

O caixa da esquerda gritou: PRÓXIMO!

E ela foi. 

Mas não antes de ouvir um " gostei de você, acho que poderíamos casar". 

Ela sorriu por detrás daquela franja torta e disse "eu acho que você deveria me ligar primeiro".

Em resumo hoje nunca falta sorvete de macadâmia no nosso congelador porque, dia sim dia não, ela insiste em continuar passando naquele mercado velho antes de ir para casa.

E foi assim que eu descobri que tem amor em toda parte. O meu estava no mercado e o seu?




2 comentários:

  1. Texto muito fofo! "E foi assim que eu descobri que tem amor em toda parte." Essa frase já disse tudo.

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E não é? Amor é uma coisa doida espalhada por todos os cantos, a gente que não vê =D

      Excluir

Comentários