dica

Série: Humans

16:45

Imagem de popcorn, movie, and cute

Hoje vamos de série, a escolhida da vez é Humans que estreou em julho desse ano pelo canal britânico Channel 4 em parceria com a AMC e foi uma das melhores séries que assisti nas férias. Só perdendo para Sense8, que para mim foi insuperável (quem leu minha resenha sabe do que estou falando). No entanto, Humans também se tornou uma favorita rapidamente.


Adaptação da série sueca “Real Humans”, a série britânica apresenta um futuro próximo onde a melhor aquisição que qualquer família pode ter é um “Synth” (Sintético). Um servo robótico muito desenvolvido e que imita perfeitamente a aparência humana. Na esperança de ter mais tempo com a esposa e transformar sua vida doméstica, Joe compra uma sintética que recebe o nome de Anita (Gemma Chan). No entanto a família Hawkins não imagina onde está se metendo ao comprar essa sintética remodelada que é muito além do que aparenta ser e esconde segredos da pesquisa de um cientista.


Aqui temos uma mistura de ficção científica e drama que funciona muito bem. Um dos meus gêneros favoritos é o drama, tanto na TV como no cinema, para mim dramas são as melhores formas de se dissecar um assunto, debater, apresentar o desconhecido ao público e ainda poder envolver e emocionar o público. Assim como comentei sobre Sense8 uma das características que mais gostei foi o ótimo trabalho com os personagens, fazendo com que você sinta tanta empatia por eles, humanos e sintéticos, que qualquer coisa de ruim que aconteça a eles, pequena ou grande, te deixam aflito e ofegante, vidrado a cada minuto.


Os personagens são ótimos, porque você vai construindo uns e desconstruindo outros aos poucos, alguns você adora no início e depois odeia e vice-versa, o que é ótimo, porque você não sabe bem o que esperar. Você vai os conhecendo, interpretando-os e ao entendê-los acaba se identificando com eles. Max (Ivanno Jeremiah) com certeza vai ser o robô mais fofo que você já conheceu na vida, e Niska (Emily Berrington) a mais Bad-ass.

Os atores são muito bons, a maior parte eu não conhecia, mas fiquei surpreendida principalmente com os intérpretes dos sintéticos, porque muitos deles se passam por humanos em alguns momentos, e é muito difícil diferenciar ao mesmo tempo em que você vê a diferença, assim como os clones em “Orphan Black” (resenha aqui), quando uma personagem se passa por outra, eu sei que parece confuso, mas ao assistir você entenderá.


A tensão dos episódios é muito grande e super envolvente, porque na verdade você também não sabe o que está acontecendo direito, e quer descobrir tudo sobre Anita logo e o porquê desses robôs serem diferentes, a história do cientista maluco, e também os dramas humanos que estão inseridos.


O piloto (primeiro episódio) divide bastante as opiniões, uns amam e falam que é a melhor coisa que já viram e outros acham horrível. Eu fiquei no meio termo, achei mais ou menos, não era sensacional, mas também não era ruim. Mas a premissa é muito interessante então você tem vontade de continuar e quando você chega nos episódios 2 e 3 já está viciado e não tem mais volta.


Comigo foi assim, assisti a série bem despretensiosamente, estava de férias, procurando séries novas e simplesmente ela me aparece como sugestão no banco de séries e acabei dando uma chance, foi a melhor que fiz, e você também deveria.

A série é super rapidinha de acompanhar, tem apenas 8 episódios (infelizmente), e terminei o último episódio já chorando porque teria que esperar até ano que vem para a próxima temporada. Mas no seu caso é uma boa coisa, porque assim dá tempo de você ver e rever tudo antes da estréia da segunda temporada e ainda pode colocar em dia as outras séries que já indiquei (estou de olho, hein).


You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.