amor

Por favor, não vá

11:17

Imagem de love, hands, and black and white


Eu sei que deveria ter dito isso antes de te ver fazendo as malas e tirando minha a chave da sua mochila velha. Eu deveria ter dito isso antes de você sair correndo e gritando aos sete ventos que não tinha mais motivo para ficar. Eu poderia ter pedido quando você disse que me amava, mesmo eu sendo toda errada e complicada. Mas ai invés disso eu fiz cara feia e ficamos sem transar por quase um mês! Espero que não seja tarde, mas eu preciso insistir. Por favor, não vá.

Não dramatize como todas as novelas mexicanas que cansamos de assistir jogados no tapete da sala. Não saia assim, batendo a porta e brigando com o destino por nós termos nos conhecidos. Não ligue para toda sua agenda de ex namoradas, não volte a ser amigo do barman da festa mais badalada da cidade. Não fume, não beba, não pratique o desapego, não tente me esquecer. Por favor, não vá.

Eu sei que relacionamentos devem ser consertados e não trocados. Sei também que o nosso prazo de validade venceu e ninguém se importou de pedir a renovação dele lá no setor de cupidos. Posso passar a madrugada toda citando os motivos que você tem para ir embora. Os cabelos que ficavam presos no ralo do banheiro, as brigas pelo filme de romance ao invés do futebol, a toalha jogada em cima da cama, a falta de vontade de fazer sexo.

Mas, você se lembra como éramos no começo de tudo? Todo aquele frio que subia a espinha. A vontade incontrolável de tirar a roupa um do outro, onde quer que estivéssemos. Quando você dizia que, se eu deixasse minha roupa jogada pelo quarto mais uma vez eu teria que tirá-la antes mesmo de entrar ali. Quando os beijos eram mais importantes. Quando o amor prevalecia, mesmo na irritação, TPM, ciúmes e saudade. Era amor, como deveria ser. Então por favor, não vá.

Fica mais um pouco amor. Deixa o café esfriar e a saudade sossegar aqui dentro. Deixa eu te beijar, tirar sua roupa e seu sossego. Vamos deixar o passado no passado e viver o presente como se fosse realmente o que ele é, um presente. Vamos viver nossos sonhos, viajar para Paris ou passar a noite no boteco da esquina. Discutir qual sorvete preferido, fazer drama por esquecer nosso aniversário e amar como nunca amamos na vida.

Eu sei que o amor se reconstrói, se dermos chance a ele.

Então me deixa lutar por nós, depois de você ter cansado de fazer isso por tanto tempo.

Deixa eu te amar.

Por favor, não vá.


You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.