1 de fev de 2016

Não ame só depois do carnaval

Imagem de alegria, carnaval, and casal

Eu não quero te convencer a ficar os cinco dias em casa dormindo de conchinha e assassinando sua conta do Netflix, enquanto todos os seus amigos estão bêbados na Vila Madalena pegando geral. Eu não quero te dizer que um é melhor que o outro, muito menos fazer disso uma verdade absoluta. Somos livres para sermos aquilo que bem entendemos. Mas, se for para falar de amor por favor, não deixe de amar só porque é carnaval.

Você conhece casais cujo relacionamento tem duração de exatos 11 meses do ano e sempre termina às vésperas do carnaval. É que muita gente foi criada pela sociedade de que "quanto mais melhor" e esse feriado nada mais é do que uma gigantesca porta para que os foliões entrem de cabeça na competição de quem beija mais. Mas vale lembrar que carnaval não é só isso.

Se você é solteiro vai fundo. Nem precisa ler esse texto até o final, clica ali na nossa galeria de Sexo Sem Tabu e aproveita algumas dicas para os próximos dias.

Brasileiro tem a péssima mania de deixar tudo para depois e resolver tudo com aquele jeitinho tão conhecido no mundo todo. Mas por favor, eu lhes peço, parem de banalizar o amor!

Seja ele qual for. Seja ele com quem for. Se é amor você sabe. Se for amor meu amigo valorize.

É fácil amar entre mesa de bar, quando a bebida prevalece e as opções são infinitas. É fácil amar quando o sexo vem fácil, quando a ideia de compromisso passa longe e o site de relacionamento que bomba de mensagens no celular. Amar durante o carnaval é fácil, difícil é encontrar alguém que valha a pena deixar esse tipo de folia de lado.

Então se você tirou essa sorte grande para um pouquinho e pensa se vale a pena deixar o amor lado por cinco dias e cair na folia. Se for amor mesmo, meu bem, você não sabe a sorte que tem.












Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários