9 de mar de 2016

Não deixe o mundo te intimidar

Imagem de hero, girl, and girl power

Garota, a vida não é fácil. Eu, você, sua mãe e sua melhor amiga sabemos disso. Aquela sua vizinha que você não gosta muito, a amiga da faculdade, a tia que mora longe, a prima que você nem se lembra mais. A moça da padaria que me entregou um café hoje cedo, aquela que limpa o escritório e a moça de salto alto que passou por mim correndo no metrô. Elas também sabem.

Eu sei, e você também sabe, que o mundo vai insistir em te julgar de cima a baixo todos os dias por inúmero motivos. É o jeans apertado, o shorts curto, o brinco grande. É a roupa que saiu meio amassada de casa por medo de perder o ônibus, é sua líbido que eles vão tentar cortar de qualquer jeito. É a forma como você anda, se veste, trabalha, estuda, malha, vive. Eles vão te julgar, mas não deixe que você seja julgada.

Pouco importa se o barbeiro da esquina resolveu parar o corte de cabelo no meio para observar suas pontas duplas. Ou se aquela gostosa da academia insiste em olhar pra sua bunda quando você passa por fugir dos horrendos padrões sociais. Se aquele cara não te ligou no dia seguinte porque te achou frigida demais, ah qual é você só não tem o sonho de casar e morrer carregando vários filhos por aí.

Eles vão te julgar porque você não sabe cozinhar, porque você odeia tarefas domésticas e trabalha fora o dia inteiro. Eles vão te julgar se você trabalhar em casa também, afinal donas de casa passam o dia todo no sofá vendo novela oras! Eles vão te julgar por aquelas duas cervejas que você bebeu depois se um dia estressante no trabalho. Vão te julgar até se decidir mudar de profissão, onde já se viu trocar o estável por um sonho? Te julgam também se você decidir ser chefe da família.

Eles vão te julgar pela cor da sua pele, pelo alisamento no seu cabelo e pela naturalidade deles também. Eles vão te julgar pessoalmente, por foto, por lembranças. Com os amigos, com a família, com o cara que trabalha com eles, com o açougueiro da esquina. Até elas vão te julgar vez ou outra. Mas não as julgue, elas nem sempre entendem.

Não se deixe ser julgada. Se você se sente vem consigo mesma, com o espelho, com sua roupa, com seu cabelo, com seus olhos e com o mundo que se dane o que os outros vão pensar. 

Você é maravilhosa de qualquer jeito, desde que esteja se sentindo assim.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários