11 de mar de 2016

Sexo sem Tabu - Toca uma pra ela

Imagem de tattoo, car, and legs

Pega ela forte pelo cabelo, enquanto beija o pescoço, e sussurra baixinho no ouvido o quanto ela é gostosa. Mulher gosta de sacanagem, quem disse que não? Desde que seja  uma vontade de todos os participantes, sexo é bom e todo mundo gosta.

Ainda existem mulheres que nunca tiveram a sensação de um orgasmo. Mulheres que nunca gritaram de prazer, enquanto você pedia silêncio porque a mãe dela estava no quarto ao lado. Mulheres que nunca tiveram o prazer do gozo livre.

Então toca uma pra ela. Deixa ela aprender a ter prazer sozinha, e poder te contar as coisas que a deixam maluca de tesão. Beije-a devagarinho,  até o sussurro dela ficar travado na garganta.

Contra a parede, coloque uma das pernas dela em volta da sua cintura. Passe os dedos de leve pela coxa dela. Brinque com aquela calcinha pequena, que ela colocou só pra te impressionar. Deixe que ela implore com os olhos, com os lábios, com os gestos, com gemidos, com tesão. Então vai, toca uma pra ela.

As vezes mulheres são tão paranoicas, com o próprio corpo, que se esquecem como é sentir prazer. As vezes elas sequer aprenderam a sentir. Com sexo mecanizado, onde um goza e vira para o outro lado, fica difícil manter a auto estima e a vontade de transar sempre lá em cima. As vezes chegam a pensar que o problema são elas mesmas, por não conseguirem gozar. Quando na verdade o gozo não chega por vários fatores externos.

Ela pode estar preocupada com o que o cara vai pensar, se ela agir como uma puta na cama. Ela lembra que esqueceu de trancar a porta da frente e alimentar o cachorro. Ela fica tão preocupada em dar, que esquece de receber.

Porque sexo é uma troca de prazeres.

Então faz ela esquecer a porta, o cachorro, a dieta interrompida durante o jantar de vocês. Faz ela se sentir gostosa, como ela realmente é, mas por um minuto esqueceu disso. Deixa ela gritar, deixa a perna dela tremer, deixa a voz faltar, a sede aparecer e o sorriso surgir.

Sem egoísmo.

Vai, toca uma pra ela.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários