amor

E aí então estamos bem...

12:55

Imagem de girl, black and white, and smoke

Não vou te segurar, não vou me prender. Já nos amarramos demais, não há mais sentido em dizer que “vamos ficar bem “, nos estamos bem e estávamos antes também e vamos continuar bem. Nossa estabilidade de felicidade já deixou de depender do sorriso um do outro. 

Não que não me importe com seu bem-estar, você sempre será uma das pessoas que mais me importo na vida, quero que se alimente bem sempre e me importo até se teu sono foi bom, mas meu sono já não depende do teu. E sinceramente acho que era isso que precisávamos para que tudo desse certo, mas levamos muito tempo pra nos desamarrar para nos enfeitar de laços, para ver que a vida não é assim tão complicada e perdemos em algum lugar desse caminho de independência o bom da “felicidade compartilhada”. 

Ainda quero que saiba do que acontece na minha vida, ainda te considero um amigo acima de tudo, mas já não faz muita diferença se te contar meu dia ou não, se rir contigo de ter tropeçado na faixa enquanto atravessava a rua ou de reclamar que quebrei um copo lavando louca e cortei minha mão, já não me importa quantos gols fez no jogo de domingo, nem se foi bem naquela prova da faculdade.

Já faz um tempo que as coisas mudaram, já faz um tempo que nossa balança esta desequilibrada e que o que era bom já não esta mais em evidencia. Lembro bem de quando você me abraçava afagando meus cabelos e aquela era a melhor sensação do planeta, de sua mão passeando sobre minha coxa em uma conversa qualquer na mesa pra mostrar que estava ali, do teu olhar paralisado em mim enquanto eu divagava sobre qualquer uma das minhas opiniões mirabolantes sobre o mundo em que vivemos.

Lembro de te olhar por horas também e rir de suas piadinhas infames pra me deixar bravinha, claro que nunca me aborreceu, lembro de conversar por horas no telefone mesmo nos despedindo a menos de uma hora. Era nítido o carinho um pelo outro. Não me entenda mal, o carinho ainda esta aqui, só que tua mão já não pousa em minhas coxas e teu telefone já não toca com minha foto na tela.  

Nós somos um fim sem fim, nos despedimos sem saber, nós partimos, mesmo sem querer.


You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.