4 de mai de 2016

Era amor?

Imagem de love, couple, and heart

Eu gostava quando ela chegava de mansinho e de surpresa lá  casa, na sexta feira depois do trabalho, usando aquela calcinha minúscula que eu tanto adoro. Eu queria rasgar a roupa dela assim que atravessava a porta e as vezes nem esperava chegar no quarto, porque tudo que eu queria aquela noite ela fazer ela gemer.

Era amor ou era tesão?

Ele me mandava cartas, flores e bombons mesmo sem uma data especial. Ele mandava presentes para meu escritório, mensagens românticas durante o dia e citava Drummond depois do sexo. Ele me abraçava em público, minhas amigas diziam que ele era lindo e tinha tudo para ser um namorado perfeito.

Era amor ou era carência?

Eu adorava quando ele passava casa pra me pegar, em todos os sentidos. Melhor programa de casal: cinema, jantar e motel. Quem não gosta disso? Conheci os melhores restaurantes da cidade, conversei com pessoas que admirava só pela televisão e adorava o jeito que ele me expunha para seus amigos. Eu era dele e amava isso.

Era amor ou conflitos de interesses?

Tínhamos fogo, sem dúvida. Eu podia sentir minha pele aquecer quando ela se aproximava. Via o brilho dos olhos dela e sua boca que desejava a minha. Contava os minutos para o próximo encontro pra poder sentir seu beijo, seu cheiro e sua fala mansa. Eu queria guardar ela para sempre dentro do meu armário imaginário, onde coleciono corações, porque naquele momento ela era incrível.

Era amor ou era paixão?

Só de pensar no nome dele já sinto as borboletas no meu estômago se agitando num borbulho único que expressa um misto de saudade, ansiedade e prazer. Que sensação deliciosa!

Era amor ou era fome?

A questão é: pra você alguma vez já foi amor?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários