dica

Série: The Shannara Chronicles

16:10


Baseado na obra literária de Terry Brooks, The Shannara Chronicles narra as histórias e personagens de uma terra com magia, elfos, demônios, gnomos e humanos. Diferente do que imaginamos em obras parecidas, não estamos falando de um mundo alternativo ou milhares de anos no passado, e sim do planeta Terra em um futuro distópico, no qual uma guerra nuclear e química fez com que a civilização retornasse a uma espécie de época medieval.

Ellcrys é uma árvore mágica que aprisiona todos os demônios derrotados em uma batalha travada muitos anos atrás, no entanto suas folhas começam a cair, e a cada folha perdida um demônio é liberto. Com isso o druida Allanon (Manu Bennett) encarrega Wil Ohmsford (Austin Butler) de salvar o reino ameaçado em uma missão ao lado da princesa escolhida para proteger Ellcrys, Amberle (Poppy Drayton) e Eretria (Ivana Baquero), uma humana que cresceu no meio de bandidos, com quem aprendeu a sobreviver.


O visual da série é atraente, a fotografia muito boa, apesar de efeitos às vezes ruins (mas perdoáveis, por conta do orçamento de séries de tv) a caracterização é ótima, principalmente do vilão Dagda Mor, há bastante cuidado na construção física do personagem, e um trabalho de maquiagem que impressiona e apavora bastante. A caracterização dos gnomos também é digna de nota.


O ótimo figurino também conquista bastante. Bonito e com toques modernos, ao mesmo tempo em que dá a impressão de épico fantasioso.

A trinca principal é interessante, gosto da apresentação do personagem de Austin. Wil não é apresentado como um garoto qualquer feliz, saltitante e com uma vida perfeita que de um dia para o outro tem tudo modificado magicamente, como em tantas histórias. Conhecemos o personagem em um momento difícil e dramático, perdendo um ente querido, já te dando um certo tom do desenvolvimento do mesmo, apesar de o personagem se “curar” rápido da perda, ainda assim nos sentimos ligados a ele.

Austin Butler, não convence muito no início como protagonista, um pouco inseguro e algumas piadas forçadas, mas vai melhorando gradativamente através dos demais episódios.


Amberle no início aparenta ser uma ótima personagem, lutadora corajosa e forte, mas não é bem assim. Ao decorrer da temporada percebemos que a personagem, apesar de carismática, é meio fraca, sempre com cara de assustada, e não luta um terço do que aparenta no episódio piloto. Tem vários altos e baixos, em uns episódios melhora, em outros não.

Eretria é uma personagem que transita entre amor e ódio nos primeiros episódios. Claramente esperta ela consegue o quer enganando todos à volta, mas conta com uma história triste e difícil que justifica tais ações. Depois de alguns episódios é difícil não gostar dela, vai melhorando ao decorrer da temporada, sempre se mostrando forte e independente.


O personagem Allanon conduz boa parte das tramas mais interessantes, ainda que não seja um ator extraordinário, a experiência e poderes do druida funcionam muito bem em cena.


Também temos John Rhys-Davies (eterno Gimli de O Senhor dos Anéis) como o Rei Eventine, que não importa onde, é sempre um show à parte.

A história em um quadro geral é boa, com potencial, no entanto a série é mediana, pois a temporada tem seus altos e baixos, mas mesmo assim consegue ser interessante e desperta a vontade de continuar. Há plots twists durante a temporada, são geralmente pequenos, mas bons. Há bastante morte também, uma das coisas que mais gostei, pois é difícil ver isso em séries teens, principalmente quando tratamos dos personagens mais importantes. Os perigos da viagem na estrada também são interessantes e condizentes.


O ponto fraco da história está no triângulo amoroso chato, quando acontece presenciamos os momentos mais limitados da história, felizmente não dura muito.

A trama não é toda explicadinha, você vai descobrindo os desafios aos poucos, o que particularmente gosto muito. Então você consegue ficar preso pouco a pouco e sendo intrigado e conquistado. Não se trata de uma série perfeita, na verdade passa bem longe disso, mas é uma série bacana que tem potencial para melhorar.




You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.