Chorão

Chorão: Quatro anos de saudade

14:32


Mais difícil que falar sobre algum artista, cantor ou banda que está na mídia, é homenagear uma estrela que brilha forte no céu e fez história por onde passou. Esta semana vamos falar de Chorão, um talento nato que protagonizava a banda Charlie Brown Jr.


Alexandre Magno Abrão, mais conhecido como Chorão, nasceu em São Paulo, no dia 9 de abril de 1970. Desde a infância, o cantor e compositor brasileiro era apaixonado por skate e acabou ganhando o apelido na mesma época. Ele costumava chorar quando não conseguia fazer alguma manobra difícil e então foi chamado desta forma, pelos amigos. 

Em 1992 nasceu a banda Charlie Brown Jr, na qual ele atuou como vocalista e compositor, primeiramente formada por Champignon, Renato Pelado e mais tarde junto de Marcão e Thiago. O grupo tocava no circuito de Santos e São Paulo, como também nas competições de skate.

Dentre os principais sucessos da banda, temos "Céu Azul", "Dias de Luta, Dias de Glória", "Pontes Indestrutíveis", "Senhor do Tempo" e "Só Os Loucos Sabem". Sendo temas de novelas e levando premiações como o Grammy Latino de Melhor Álbum de Rock Brasileiro com o disco "Camisa 10 Joga Bola Até na Chuva" e MTV Video Music Award na categoria Video Music Brasil - Escolha de Audiência com "Papo Reto (Prazer é Sexo, o Resto é Negócio)".


Após 2005 os desentendimentos entre os integrantes passaram a ser frequentes, e a banda teve uma nova formação, fato que contribuiu para Chorão se envolver ainda mais com as drogas. Foi então que que no dia 6 de março de 2013, o cantor foi encontrado morto em seu apartamento, por overdose de cocaína.

Até hoje a memória do cantor é lembrada por diversos fãs que viveram o sucesso do artista e levarão, com certeza, este incrível talento para as próximas gerações.



MENSAGEM DE UM ETERNO FÃ:

Chorão deixou um legado de fãs e um deles é o Bruno Carvalho, de 26 anos que relembrou o quanto o artista representou em sua vida: 

"Me lembro como se fosse ontem da notícia. (...) eu estava a caminho para o trabalho, quando um amigo meu me mandou uma mensagem perguntando se eu tinha visto quem havia morrido. No mesmo momento eu parei o carro no meio do meu trajeto e simplesmente congelei, não conseguia acreditar naquilo. Um ídolo que ouvia desde os meus 10 anos de idade agora não estava mais entre nós. Não sei de onde recuperei forças e prossegui para o trabalho. Só conseguia pensar que nunca mais eu iria a um show deles e que apesar de todos os defeitos, nunca mais iríamos ouvir palavras tão sábias de um cara que simplesmente entrou pra história com sua sinceridade, suas mensagens positivas e com a energia boa que transmitia. Hoje o que resta é a saudade. Saudade de um cara que fez história e que nunca será esquecido pela nossa geração e pelas que ainda há de vir. 'Você deixou saudade...'"

Vamos deixar um pouquinho a tristeza de lado e matar a saudade? Aperte o play e curta as melhores do Chorão em Charlie Brown Jr. no Spotify:



You Might Also Like

1 comentários

  1. Homenagem perfeita. Parabéns, Le!! Sou fã de carteirinha das suas matérias e obrigado pela oportunidade de expressar um pouco como um fã de CBJR.

    ResponderExcluir

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.