buceta

Sexo Sem Tabu - Ela é minha e eu dou pra quem eu quiser

13:38

Imagem de kiss, love, and boy

Agora, que você tomou coragem de ler esse texto, eu digo que: A porra da buceta é minha e eu dou pra quem eu quiser. Não quis colocar esse título porque o Facebook me barraria. É estranho como ele não barra o vídeo que foi postado de três caras estuprando uma garota. Mais se tem buceta... ah esse trava. Enfim, o assunto não era esse, deixa eu voltar de onde comecei.

Um homem pode transar com várias mulheres durante a sua vida sexual, ele vai ser chamado de garanhão e pegador. Se é uma mulher as coisas não são bem assim. Imagine agora o que você diria a uma mina que transa pra caralho. Puta? Vadia? Nenhum homem vai te respeitar agindo desse jeito? 

Pois é, são tantas outras coisas que nem vale a pena.
Só que eu te digo uma coisa: você não deve construir o meu caráter baseado nas pessoas com quem eu escolho transar. 

Aliás, o de ninguém.

Se a moça escolheu esperar o casamento, tudo bem. Se o cara quis perder a virgindade com o amor da vida, tudo bem. Se a mulher escolheu transar com vários caras durante o colégio e a faculdade, tudo bem também. Tanto faz o que as pessoas pensam e fazem entre quatro paredes. Se foi concedido​ tudo é válido.

Parem de se preocupar se a mulher vai pra cama com outra. Se o cara do escritório vai pra cama com o personal trainer dele. Se fazem sexo a três, a quatro ou a cinco.

Por favor, parem.

Quando as pessoas agem dessa forma, talvez, ele/ela quisesse estar no lugar daquela que foi julgada, só que esses não tem a coragem de largar todos os preconceito e ser feliz.

Então: a porra da buceta é minha e eu dou pra quem eu quiser.


You Might Also Like

3 comentários

  1. Concordo com vc que existe uma questão forte do machismo que gera essa ideia do *homem garanhão e a mulher safada" quando o assunto é o número de parceiro(a)s. No entanto, já vi várias mulheres por aí propagarem essa igualdade, e, ao mesmo tempo aconselharem o filho homem a não investir numa relação séria com uma mulher considerada muito "rodada". Mas esse aconselhamento não se da de uma forma direta do tipo: Não namore com ela porque já passou por muitos...É mais na linha de:Filhão, se você gostou dessa garota saia com ela, mas foque mais nos estudos, não invista numa relação séria agora pq vai consumir seu tempo de estudo...Porém, quando aparece uma garota considerada dentro da cultura machista "de família", o discurso dessa mesma mãe muda e vira: Filhão, essa garota é mais focada e uma relação estável pode ser uma boa nesta época de faculdade, vc ficará mais focado nos estudos e não disperso se relacionando cada dia com uma. Já ouvi esse discurso várias vezes de mães com filhos homens. Só tem uma questão que pensando pelo lado do feminismo deixa esse movimento numa encruzilhada...A mulher amante de homem casado...Não existe nenhum ícone mais forte do machismo tradicionalista do que a figura da amante...A amante, desde séculos atrás é aquela figura usada pelo homem machista tradicional para conseguir aguentar a rotina do dia a dia do casamento...Isto é, desde a antiguidade o homem machista usufruía sexualmente da mulher que se prestava ao papel de"a outra", e, paralelamente ele tinha roupa passada, comida quentinha e ainda se mantinha socialmente como um homem de casamento estável...Embora muitas mulheres que são amantes tenham a impressão de que estão sendo desbravadoras de valores e indo contra a mesmice da família tradicional, na realidade elas são a peça chave da manutenção do patriarcado tradicional já que elas colaboram para que o homem suporte a rotina de um casamento falido. Se a mulher está apenas usado o homem casado para sexo é uma questão diferente(ela da para quem ela quiser),mas o que mais ví por aí é a amante na expectativa de que o homem casado se separe e opte por ela...nem que seja só para satisfazer o ego dela...Mas,o que eu acho mais incrível nesse ponto é a mulher acreditar que caso se torne a oficial nao será traída pelo mesmo homem que ela presenciou ser infiel. A ideia do movimento feminista buscando uma sociedade mais igualitária é extremamente válido, porém, da maneira como está no momento está favorecendo mais ao homem do que a mulher. Acho que um verdadeiro movimento feminista estaria mais na linha das mulheres não cobrarem umas as outras porque ela se casou e amiga de infância não "conseguiu" casar; não reprimirem a amiga porque colocou uma roupa justa que mostra a gordura lateral;não excluírem a amiga solteira do grupo achando que ela vai devorar o marido das outras já que está solteira... O que acompanho por aí desse movimento chamado feminista é as mulheres entrarem em guerra com homens machistas, mas a maior força do machismo está justamente nas atitudes das mulheres contra as próprias mulheres. Tem muita mulher que nao tem vontade alguma em viver uma vida de casada, mas se vê pressionada a arrumar um marido para não ser considerada pelas amigas como alguém que sobrou. Acho interessante as ideias do seu blog, mas percebo que as pessoas dão pouca credibilidade a esse movimento quando vêem que aquela feminista de carteirinha fica ou namora ou casa com homens machistas. Daí fica muito naquela linha, faça o que digo mas não faça o que eu faço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey! Nossa que comentário sensacional.

      Não disse que a mulher tem que fazer sexo com um cara que é casado, isso deveria ser um crime. As mulheres podem transar com caras solteiros ou com relacionamento aberto, não vejo problema nenhum. O que ta faltado nessa sociedade é respeito entre as mulheres, o que deve ser essencial para qualquer caso.

      A gente luta contra o machismo que destrói cada vez mais os relacionamentos. Ficar é diferente de casar, né? Acho que cada um que arque com as suas próprias escolhas. Se eu ver uma amiga que saiu de um relacionamento com um cara machista não vou julga-la, vou acolherá. Afinal isso é sinônimo de sororidade.

      Beijos!

      Excluir
  2. Ah,sou o Rogério que comentou a sua postagem da mãe que usa o Tinder

    ResponderExcluir

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.