5 de jun de 2017

Ghost: o heavy metal do anonimato


Neste mês de maio, São Paulo foi palco de um dos maiores festivais de rock pauleira no Brasil. O Maximus Festival, que aconteceu no dia 13 de maio no Autódromo de Interlagos, reuniu 15 bandas como Linkin Park, Dead Fish, Slayer, Rob Zombie, Pennywise, Nem Liminha Ouviu, entre outros. Entretanto, foi Ghost que despertou o interesse em uma grande amiga minha, o som dos caras é envolvente e para quem curte o estilo, é impossível não se encantar.


Ghost é uma banda que mescla heavy metal, rock psicodélico entre outros estilos, fundada em 2008 na cidade de Linkoping, na Suécia. Embora a pegada seja mais pesada, eles possuem uma pegada dos anos 70. Os integrantes são anônimos e mesmo havendo especulações sobre serem músicos de bandas extintas, não existe nenhuma confirmação ou divulgação oficial sobre isso.

Ao que se sabe o vocalista é chamado de Papa Emeritus, e os demais da banda são chamados de nameless ghouls, ou seja, cada um representado por um elemento, do fogo, água, terra, ar e éter.


A banda lançou o primeiro álbum de estúdio "Opus Eponymous" em 2010; o segundo "Infestissumam" que teve mais de 70 mil cópias, recebeu disco ouro, em 2013; e o terceiro e mais recente "Meliora" com mais de 71 mil cópias nos EUA e recebeu o disco de platina, em 2015. Além de dois EPs, "If You Have Ghoste "Popestar".

Ghost chegou a receber o prêmio no Grammy Award em 2016 na categoria "Melhor Performance de Metal, com o single "Cirice", além de cinco Grammis consecutivos desde 2013 até hoje. Aposto que bateu interesse, prepare o fone de ouvido, porque tem Spotify especial por aqui. ♥







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários